Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

de ,
A Associação de Imprensa Desportiva de Angola (AIDA) volta a reunir-se hoje, às 9h00, no Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR), para abordar o tema \'Narração Desportiva: o papel do narrador e do repórter\' e tem como orador o radialista Cristiano Barros.
Aberto para todos os profissionais dos distintos órgãos de informação, o mote foi escolhido a propósito da data que assinala o quadragésimo quarto aniversário da Rádio Nacional de Angola, onde o jornalista exerce a função de locutor. Cristiano Barros tem passagens pela Rádio Ecclésia e Luanda Antena Comercial (LAC).
No último dia 21 de Setembro, o jornalista e professor Universitário Carlos Calongo dissertou sobre o “Dilema do jornalista: furo ou fonte”. O catedrático começou por definir os dois conceitos e chamou a atenção sobre a necessidade de o periodista preservar a fonte. De igual modo, fez uma incursão sobre a ética, o interesse público e o furo jornalístico.
“Pode-se fazer o jornalismo sem furo, mas nunca haverá sem fonte. É importante cumprir o acordo feito com a fonte sob pena de a perder. O furo deve ser o ponto de partida e nunca a matriz da notícia”, aclarou Carlos Calongo.
No encontro anterior, o tema “Ir à reboque das fontes” foi abordado pelo jornalista Pedro da Ressurreição, da Angop. É um profissional com mais de três décadas de experiência.
A associação, que congrega jornalistas especializados na área desportiva em Angola, foi fundada no dia 1 de Fevereiro de 1997 e é presidida por António Ferreira “Aleluia”. Tem como secretário-geral Silva Candembo.
Jornalistas não filiados a AIDA que eventualmente pretendam fazer parte da \"família\" estão convidados a comparecer nesta \"oração de sapiência\".

Últimas Opinies

  • 12 de Outubro, 2019

    possvel o 1 de Agosto e o Petro chegarem l!

    A entrada dos dois colossos do futebol angolano, para a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos, é um feito transcendente e que pode despoletar outros benefícios mil, se tivermos em conta toda a avalanche de interesses que encarna as hostes de um e de outro que, decididamente, partem em busca da conquista da África do futebol.

    Ler mais »

  • 12 de Outubro, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos jogar na primeira jornada com a Nova Zelândia e será uma oportunidade única para estes jovens

    Ler mais »

  • 12 de Outubro, 2019

    O ttulo da crena

    Irrepreensível. É isso que se pode dizer da campanha da Selecção Nacional de futebol para amputados que ontem, no Estádio do São Filipe, em Benguela, não deixou os seus créditos em mãos alheias, ao vencer na final da 5ª edição do Campeonato Africano da categoria, a similar da Nigéria.

    Ler mais »

  • 10 de Outubro, 2019

    Cartas dos Leitores

    O pior que aconteceu, foi o chefe do Departamento de Futebol (do Interclube, Gerry) ter agredido o meu jogador  (Amaro).

    Ler mais »

  • 10 de Outubro, 2019

    Final antecipada

    O V Campeonato Africano de futebol para amputados, que decorre na província de Benguela, entrou na fase crucial. As coisas começam a tomar posições concretas. Hoje jogam-se as meias-finais e Angola tem pela frente um jogo, que pode deixar indicações claras da sua sorte no torneio.

    Ler mais »

Ver todas »