Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio
por Paulo Caculo

" Estou aberto a propostas"

13 de Setembro, 2018
O técnico definiu, em entrevista ao Jornal dos Desportos, os desafios para a sua carreira. Castanheira confessou que espera voltar aos grandes palcos do Girabola, desde que surja uma proposta interessante ou um projecto ambicioso.
Garante estar ansioso para transmitir os conhecimentos e colocar em prática tudo que absorveu durante a formação.
“São vários os projectos que tenho, mas, para já, espero transmitir os meus conhecimentos, porque não devo guardar apenas para mim. Depois quero voltar aos campos rapidamente, já que durante esta formação fiquei um pouco afastado, apesar de estar a coordenar o futebol da Atlético do Namibe”, salientou o jovem treinador.
Declarou ser sua intenção tornar-se num profissional respeitado pelo seu trabalho e, sobretudo, valorizado. Assegura, ainda, estar disposto a lutar pelos seus sonhos, pois, confessa não ter alcançado ainda metade do que projectou, em termos de desafios para a sua carreira.
“Quero continuar a dar alegrias a todos que admiram o meu trabalho. O objectivo é tornar-me realizado como treinador e estou no mercado. Se houver uma proposta interessante não irei desperdiçar”, destacou.
Disse mais adiante. Estou aberto a propostas e sempre preparei-me para o futuro. Independentemente de não estar, actualmente, no comando técnico de uma equipa, tenho-me actualizado, porque sei o que me espera. Não posso ficar alheio ao que acontece no mundo do treinamento desportivo\", esclareceu.
Ernesto Castanheira admite, por outro lado, haver uma tendência muito grande dos treinadores angolanos investirem na sua formação profissional, facto que aplaude e considera ser um sinal claro de que os profissionais angolanos desejam atingir o nível dos melhores do mercado.
\"O único problema é que fizemos a formação em condições de outro mundo, mas quando chegámos ao nosso país, notamos que faltam condições de trabalho para os técnicos.
Infelizmente, são com estas condições, que temos de trabalhar\", lamentou.

Últimas Opinies

  • 12 de Dezembro, 2019

    Manter a esperana apesar do mau comeo

    Realizadas as duas primeiras jornadas da Liga dos Campeões Africanos, em que estão envolvidas, em representação de Angola, o Clube Desportivo 1º de Agosto e o Atlético Petróleos de Luanda, reservo-me ao direito de expressar o que penso sobre o desempenho das equipas angolanas, que considero ser deficitário não só em termos dos resultados, mas também da qualidade do futebol apresentado.

    Ler mais »

  • 12 de Dezembro, 2019

    Cartas dos Leitores

    Se for convocado para a Selecção Nacional estarei disponível, porque é um sonho de todo jogador.

    Ler mais »

  • 12 de Dezembro, 2019

    Desafios para 2020

    Hoje estamos a 19 dias do fim do presente ano gregoriano. É hora de se ir olhando para aquilo que foram as conquistas desportivas do ano que se apresta ao fim.

    Ler mais »

  • 09 de Dezembro, 2019

    Cad a liga?

    O ano apressa-se para o seu fim, e nada se conhece sobre a liga. Depois de Pedro Neto, então presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), ter prometido durante todo o seu consulado constituir a prova nacional do futebol numa liga, o certo é que terminou o mandato sem honrar com a sua palavra.

    Ler mais »

  • 09 de Dezembro, 2019

    Ruben chegou, viu e permaneceu

    O técnico argentino Rúben Garcia é o técncio estrangeiro que mais tempo esteve no  Girabola.. Desembarcou em 1982 para estar ao serviço do  1º de Maio de Benguela, para, depois,  orientar a  Académica do Lobito, FC.

    Ler mais »

Ver todas »