Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Assim vai o Girabola

29 de Setembro, 2013
De uma coisa estamos certos: não é desta que o rei dos melhores marcadores da história do Girabola, Carlos Alves, é destronado. O homem detém o recorde de golos marcados numa só época em 1980, com 29 golos rubricados, quando o melhor marcador do Girabola 2013 só tem 12. O camaronês é capaz de marcar 17 golos em seis jornadas? Tenho as minhas dúvidas.

Quais as equipas que descem de divisão? Neste momento temos cerca de cinco candidatos, das três que descem: Atlético do Namibe, Santos Futebol Clube, Benfica de Luanda, Porcelana do Kwanza-Norte e o ASA, se bem que o Caála, o 1º de Maio e o Progresso ainda não estão fora da lista dos candidatos à descida de divisão.

Com a vitória ontem contra o Sagrada Esperança, o Kabuscorp continua líder e o 1º de Agosto e o Petro de Luanda são as grandes decepções deste campeonato até ao momento. Os petrolíferos estão a 27 pontos do líder. Adicionando aos 13 pontos de vantagem sobre os militares, o Kabuscorp está a dar uma surra aos (ex) papões ou senhores do Girabola. Isto é de mais.

Clubes como Petro de Luanda e 1º de Agosto, pela sua grandeza e importância a nível nacional, com orçamentos fabulosos, para serem de facto as maiores forças do nosso futebol, têm a obrigação de fazer mais e melhor, porque quando estas duas formações estiverem debilitadas, como estão, isto revê-se na Selecção Nacional.

Podemos dizer que o 1º de Agosto e o Petro de Luanda têm parte da culpa pela fraca prestação dos Palancas Negras nos últimos tempos, nas competições em que estiveram envolvidos. Na próxima época os dirigentes dos dois clubes têm de fazer das tripas coração para inverter este quadro, porque têm de justificar os orçamentos que lhes são proporcionados.

Pela positiva, está a surpreender o Desportivo da Huíla, que com jogadores que foram considerados de reservas no 1º de Agosto, os casos de Bena, Kumaca, Tony, Capuco e outros, está a fazer um campeonato tranquilo e ocupa a oitava posição, com 31 pontos. Resta-lhe somar apenas seis pontos para ficar à vontade na tabela classificativa. Não nos esqueçamos do Sagrada Esperança, que é o quarto classificado da tabela, com 38 pontos. Está a fazer um campeonato sossegado.

O 11 Bravos do Maquis, liderado por Zeca Amaral, que se tem revelado um dos melhores treinadores angolanos nos últimos tempos, está a efectuar a sua melhor época desde que ascendeu à 1ª divisão. É simplesmente o terceiro da tabela classificativa, com 44 pontos, tirando o sono a Daúto Faquirá, que corre o risco de ver a sua equipa ser relegada para terceiro lugar. Não está muito longe disto acontecer.

Para finalizar, dos candidatos à descida de divisão, parece-nos que o ASA está decidido a manter-se entre os grandes e só tem uma solução: vencer todos os jogos que lhe restam. O Benfica de Luanda, com a “surra” que deu ao Petro, parece que também quer tirar a corda do pescoço. O tempo diz o que realmente pretendem. O Santos parece-nos que desistiu de lutar. Ou não? As últimas seis jornadas dão-nos a resposta.
AUGUSTO FERNANDES

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »