Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

09 de Janeiro, 2016
Não precisamos de utilizar os microfones, para buscar ou informar as soluções para os casos. O que nós FAF estamos a fazer, face a esta situação, e pelo currículo que o professor Kilamba possui, é que a CAF, a título excepcional, conceda o licenciamento para que ele possa sentar-se no banco.
PEDRO NETO , presidente da FAF

Tenho amor por esta actividade. Estou na arbitragem há nove anos, na segunda categoria nacional permaneci quatro anos. Vou procurar dar o meu máximo e espero ser um dos melhores profissionais. Quero fazer as coisas bem feitas, para atingir a categoria internacional, com mérito e competência.
PAULO SÉRGIO , árbitro de primeira categoria

Este ano já não contamos com Vózinha, por não ter terminado o seu contrato com a sua actual equipa. Gostávamos de tê-lo no grupo para esta época futebolística, infelizmente nos últimos dias tomamos conhecimento do seu problema contratual e concluímos que a nossa intenção ficou por terra.
ALBANO CÉSAR , treinador do Progresso do Sambizanga

Tenho a possibilidade de ir para a Inglaterra. É o momento oportuno. Ainda sou jovem e preciso de novos desafios. Três anos são suficientes. Seria até legal permanecer 30 anos no mesmo clube, mas não sou assim. Preciso de novas experiências, conhecer novas cidades e novas pessoas.
PEPE GUARDIOLA , treinador de futebol


A PERGUNTA DO DIA
Que vantagens espera o Recreativo do Libolo do estágio pré-competitivo realizado em Portugal?


A fase de pré - época para as equipas inscritas no campeonato nacional de futebol da Primeira Divisão, como o Recreativo do Libolo, serve para reajustar e corrigir os aspectos relacionados com a época passada. Com isto quero dizer, que só mesmo em jogos oficiais para se constatar a realidade. Atanásio Honde , estudante

As direcções dos clubes sempre procuraram dar o melhor às suas equipas, independentemente da modalidade, e como o futebol é considerado a modalidade "rainha", a turma de Calulo apontou o local habitual para o estágio e com isto, voltar a erguer a taça do Girabola. Alberto Flay , agente de relações públicas

A reconquista do título, depois de três alcançados, serve para a formação desportiva da província do Cuanza - Sul, como a maior ambição no panorama nacional. Desta feita, a equipa técnica dos libolenses, agendou o estágio para Portugal devido haver lá mais condições de trabalho. Monteiro da Silva , funcionário público

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »