Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

01 de Julho, 2016
O adversário não é uma equipa qualquer. Respeitamos o Benfica de Luanda, mas estamos confiantes na vitória. O Interclube quer manter-se em competição, e por isso, espera vencer a eliminatória. A derrota dita o afastamento da competição.
Valdez , defesa central do Interclube

Queremos aproveitar ao máximo esta paragem (do Girabola Zap), para reconstruirmos a equipa em todas as componentes de jogo, permitir que os atletas se apresentem na melhor forma física e competitiva.
Alberto Cardeau , treinador do Recreativo da Caála

A Albertina não se apresentou à selecção (juniores de andebol) porque está a cumprir um plano de recuperação da cirurgia a que foi submetida. A Federação foi notificada e tem o relatório médico. Embora o clube a tenha utilizado, não foi sem fazer uma gestão cuidada da atleta, em função das limitações que tem.
Amilcar Aguiar \"Micá\", dirigente do 1º de Agosto

Estamos onde gostamos de estar, no campo. O último mês foi de preparação e agora o importante é receber os jogadores e trabalhar. Acredito que vai ser o nosso ano. Temos consciência de que temos um trabalho importante pela frente, para o qual temos de estar unidos e conscientes.
Nuno Espírito Santo , técnico do FC Porto


A PERGUNTA DO DIA
O 1º de Agosto foi um o digno vencedor dos nacionais de andebol nas duas classes?

Penso que sim, porque para quem acompanhou os nacionais desde o início constatou que os militares estiveram bem tanto em masculino como feminino. Se revalidaram os títulos, acho que foi fruto do seu esforço porque os adversários procuraram contrariar este objectivo. Lineu Belgi, funcionário público

Acho que sim, porque quando existe união no grupo e muito esforço no trabalho, os resultados da equipa são merecedores. Se ambas revalidaram o título nos nacionais de andebol recém-terminado, creio que a formação militar foi digna de merecer o resultado no final. Paulo André, professor

Acho que nesta época houve evolução nas equipas, porque tivemos a oportunidade de assistir uma final diferente. Nos anos passados a final era sempre a mesma entre o 1º de Agosto e Petro de Luanda, mas neste ano a coisa foi diferente. Portanto, acho que mereceu a revalidação. Jofrane Cambamba , estudante

Últimas Opinies

  • 17 de Agosto, 2019

    Girabola Zap periclitante

    A festa do futebol está de regresso. Com o retorno do Campeonato Nacional da I Divisão, vulgo Girabola Zap 2019/2020, a alegria do povo volta à ribalta e com ela a euforia, a competitividade.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    De volta a febre pelo futebol!...

    Para a alegria dos seus aficionados, está de regresso a maior festa futebol nacional, o Girabola Zap. Uma prova que inflama paixões e leva alegria para os vários estádios espalhados pelo país.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estamos mais preocupados com a integração dos novos atletas  e perceber qual o momento desportivo e a partir daqui,  entrar numa outra fase de desenvolvimento e novamente.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Baptismo do Wiliete

    Depois da abertura ontem da 42ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, vulgo Girabola Zap, com o jogo Clube Desportivo da Huíla (CDH) - FC Bravos do Maquis.

    Ler mais »

  • 15 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Se até agora estivéssemos com as estratégias todas consolidadas, com os atletas em boa forma física e excelente dinâmica, podia também nalguns casos.

    Ler mais »

Ver todas »