Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

15 de Abril, 2014
Vocês estiveram perante conceitos novos, mas não se devem considerar já treinadores, porque a formação do homem é uma constante. As valências recebidas aqui devem ser transmitidas aos jovens atletas e crianças como um subsídio para a vida.”


Albino da Conceição, Secretário de Estado dos Desportos


Perdemos, mas o resultado não traduz aquilo que se passou no jogo. É verdade que sofremos quatro golos que ficam para a história. Logo no início do jogo, não conseguimos traduzir em golo as jogadas que criámos e quando assim acontece não temos que reclamar.”


Mário Soares, técnico do Desportivo da Huíla


Trabalhámos bem durante a semana, mas estamos envolvidos também nas competições africanas e penso que os jogadores estavam a pensar neste jogo internacional. Infelizmente, não conseguimos finalizar. Sobre a atitude do Job, nós conversamos com ele no banco e penso que ultrapassamos esta situação.”


Alexandre Grasseli,
treinador do Petro de Luanda


“O Benfica ganhou porque conseguiu marcar e nós não conseguimos. Agora é trabalhar com a mesma vontade e determinação para fazer o Progresso crescer cada dia mais. Penso que a equipa esteve bem e acho que o resultado aceita-se perfeitamente.”


Lúcio Antunes, timoneiro do Progresso Sambizanga


A PERGUNTA DO DIA
No jogo Petro de Luanda - Interclube para a 7ª Jornada
do Girabola acha que a arbitragem esteve ao nível
das duas equipas?


Dificilmente, vamos concordar com o serviço de arbitragem numa determinada partida, pois enquanto adepto do Petro de Luanda ou do Interclube, ou ainda, um elemento pertencente a equipa técnica de uma das formações tiver uma apreciação diferente, a minha análise sempre pode ser a favor do emblema a que pertenço.


Igor Sousa, gestor


O Atlético Petróleos de Luanda pelo facto de jogar em casa, neste caso, teve maior possibilidade de ser ajudado pelo árbitro, enquanto o Interclube na condição de equipa visitante talvez veja as coisas de outro jeito. Mas felizmente nada disso aconteceu e os 90 minutos foram disputados sem a influência da equipa de arbitragem. Tenho de dar os parabéns.


Mariano Miguel, estudante


Um caso difícil de dizer, porque a análise de cada um dos adeptos que viu a partida, que foi a de maior cartaz na sétima jornada do Girabola, tem sempre uma leitura diferente. Prefiro esperar pelos comentários dos críticos e jornalistas para concluir melhor a prestação da equipa de arbitragem deste jogo entre o Petro de Luanda e o Interclube.


José Monteiro, estudante


AVALIAÇAO JD
MILLER GOMES
Técnico do Recreativo do Libolo Posito-
A par dos encarnados de Luanda, os representantes do Cuanza Sul também mantém uma certa pressão sobre o líder Kabuscorp do Palanca, com apenas dois pontos a separar os emblemas. Apesar de terem jogado fora de portas, Miller Gomes e pupilos foram ousados em terreno alheio e arrancaram uma vitória gorda (4-1) diante dos militares da Frente Sul.


ZECA AMARAL
Treinador do Benfica de Luanda Negativo-
Domingo após o jogo com o Progresso Sambizanga, o técnico do Benfica de Luanda não se disponibilizou a falar para a comunicação social contrariamente ao seu colega, Lúcio Antunes. Zeca Amaral, jogadores e dirigentes preferiram o silêncio, a dificultar o trabalho de quem tem a missão de informar no âmbito do interesse público.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »