Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

15 de Outubro, 2014
Nós, realmente, ainda temos hipóteses matemáticas de lá chegar, basta vencer todos os jogos (três), mas o grande problema que vejo é que não temos hipóteses reais de fazer grandes coisas em campo.”
Carlos Alves - antigo internacional dos Palancas Negras

A paralisação beneficia-nos na recuperação dos jogadores quem têm estado ausentes por lesão. Portanto, está a ser possível recuperá-los e assim ajudarem o grupo nesta ponta final do campeonato.”
Jorge Nito - treinador do Benfica do Lubango

Quantos jogos cada equipa faz por ano para subir de divisão? Pela resposta podemos perceber que hoje é muito mais fácil chegar ao Girabola, é preciso acabar com essas facilidades (...).”
Finda Mozer - técnico de futebol

O Chelsea conhece-me bem e sabe que esta não é a situação que eu imaginava.Com o Europeu em 2016 e a Selecção Nacional em mente, esta não é de todo a altura de ficar no banco e não jogar.”
Petr Cech - guarda-redes do Chelsea

PERGUNTA DO DIA
Os Palancas Negras vencem esta tarde, no estádio 11 de Novembro, aos Crocodilos do Lesoto?


É necessário reconhecermos o verdadeiro valor do adversário desta tarde. Caso assim aconteça, vamos ter uma equipa preparada para nos dar alegrias nos próximos jogos. A ideia centralizada é nos apurarmos para o CAN de Marrocos no próximo ano”.
“Etona”, artista plástico

A equipa nacional tem de saber que os desafios passados devem ficar no esquecimento. Se quisermos mudar o curso da Selecção, é necessário assumirmos os erros e darmos as mãos: direcção da FAF, equipa técnica, jogadores e toda a nação”.
Cláudio Seixas, técnico de máquinas

Os jogos que a Selecção Nacional já realizou deixaram-nos de alguma forma frustrados. Não há jogos iguais, por isso, recomendo aos nossos jogadores a lutarem unidos até ao apito final da partida. Se perdermos, o sonho termina e frustra toda a nação angolana”.
Teixeira Coxo, operador de máquina

Avaliação JD

AKWÁ Ex-capitão dos Palancas Positivo=Sem papas na língua, o antigo capitão dos Palancas Negras criticou o actual estado do futebol nacional. Na sua óptica, pode ser prematuro pensar em grandes conquistas, dada a crise de resultados que a Selecção vive actualmente. O funcionamento da FAF também é algo que não agrada nada a Akwá.


AGOSTINHO TRAMAGAL Técnico do 1º de Maio Negativo=A província de Benguela corre o risco de ficar reduzida a uma equipa no Girabola. Numa altura em que a Académica do Lobito prepara o regresso à fina flor do futebol nacional, no próximo, o 1º de Maio tem a vida muito complicada com apenas 24 pontos. Só um milagre o salva da iminente despromoção.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »