Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

06 de Novembro, 2014
Estamos à procura de adversários para fazermos mais dois jogos de controlo, antes de seguirmos para Maputo. Contactámos o Atlético Petróleos de Luanda e a Universidade Lusíada e se nos responderem positivamente vamos aproveitar para limar as últimas arestas”.
PAULO MACEDO - treinador do 1º de Agosto

Na FAF há alguns elementos incompetentes. Não se compreende como é possível que um documento tão importante como é o Bilhete de Identidade de cidadão nacional da última geração, de que se tem tanta certeza de segurança, seja ultrajado com foi no caso deste jogador”.
RUI ARAUJO - vice-presidente do 1º de Maio

Neste momento, é difícil jogar em casa porque é o mesmo que jogar num estádio vazio. Só quando marcámos é que percebi que o estádio, afinal, estava cheio. Acho que está a piorar. Comparando com a minha última passagem pelo clube. Não questiono a paixão dos adeptos. Não sou ninguém, para questionar isso”.
JOSÉ MOURINHO - técnico do Chelsea

Temos de encontrar a melhor maneira de resolver este problema. Francamente, sei o que não funciona, mas não sei o que pudesse funcionar para solucionar este problema. Estamos ‘bloqueados’ pelos regulamentos. A forma como o dinheiro é repartido é-me indiferente”.
BERNIE ECCLESTONE- patrão da Fórmula 1

PERGUNTA DO DIA
O que tem a comentar sobre o Girabola'2014 que ontem terminou com a realização da 30ª jornada?

Depois da única formação do Cuanza-Sul, no Girabola, ter vencido pela terceira vez o campeonato principal, tendo na corrida para o título, o Kabuscorp do Palanca, Benfica de Luanda, 1º de Agosto, Petro de Luanda e FC Bravos do Maquis, tenho a dizer que o nosso futebol está cada vez mais profissionalizado.
Ernesto Caita, estudante

No fecho da prova, estiveram em destaque dois grandes jogos, Benfica de Luanda - Recreativo do Libolo, por conseguinte, o primeiro e terceiro classificado e os eternos rivais, Petro de Luanda - 1º de Agosto. Ainda nesta jornada, a popular formação do Progresso Sambizanga jogou com o ex-campeão, Kabuscorp e tudo isto, vem de certa forma dar crédito quanto ao futuro do nosso futebol.
Cândido Vimbembe, comerciante

A prova correspondeu à expectativa. Espero que esta seja também a opinião da maioria, pois como bem sabemos, após longas jornadas disputadas, num universo de 240 jogos, as 16 equipas acreditadas e inscritas para a competição mais importante do país, deram o melhor de si, conforme se pode ver na tabela classificativa.
Figueira Fuxi, Motorista

Avaliação JD

HORÁCIO MOSQUITO Presidente do Caála-Positivo=Na expectativa de evitar os dissabores deste ano, o presidente do Recreativo da Caála decidiu jogar na antecipação. Horácio Mosquito já tem uma nova equipa técnica para os desafios do Girabola-2015. Bernardino Pedroto, o treinador estrangeiro com mais títulos na prova, foi a quem recaiu a escolha.

BENTO KANGAMBA Presidente do Kabuscorp- Negativo=O Girabola correu ontem as cortinas e na hora do balanço, não se pode ignorar que o então campeão nacional acabou com saldo negativo. Apesar de ter ficado em segundo lugar, a verdade é que o grande objectivo ficou por alcançar, ou seja, a revalidação do título não passou de uma mera intenção.

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »