Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

17 de Novembro, 2014
“Mesmo que o jogo tivesse cento e vinte minutos também não ganharíamos. Fizemos tudo para marcar e não conseguimos e quando assim acontece não há vitória, perde-se o jogo. Nós empatamos e falhámos o objectivo que era a de vencer para acreditar até à última jornada”.


Romeu Filemon- técnico dos Palancas Negras


Quero ser campeão com o Benfica, este é o único objectivo que vou tentar alcançar, nos próximos anos. Eu acredito que isto pode vir a acontecer nos próximos anos, a direcção está a cumprir bem com o seu papel, para que dentro de pouco tempo apareçam os frutos desejados”.


Amaro - novo reforço do Benfica de Luanda


A Azenaide não tem hipóteses de seguir viagem para a Europa e dar o seu contributo ao grupo. Foi submetida, ontem, a uma ressonância magnética e deve ficar em tratamento, porque a Selecção Nacional vai precisar dela, por isso, estamos a cuidar da jogadora”.


Ilídio Cândido - vice -presidente da FAAND


Falcao está a iniciar a nova etapa da sua carreira ao serviço do United, precisa de tempo de adaptação. Falcao é um jogador de topo. Estou optimista que ele vá superar esta fase e atingir rapidamente o seu nível”.


José Pekermen - seleccionador da Colômbia


A PERGUNTA DO DIA
O prémio de um milhão e quinhentos mil kwanzas que a Federação Angolana de Basquetebol atribui ao campeão nacional, é suficiente?


O presidente da FAB Paulo Madeira anunciou publicamente que vai manter o valor de um milhão e quinhentos mil kwanzas como prémio para o campeão nacional, não obstante contarem com um novo patrocinador, o Banco BIC, depois de terem trabalhado com o BAI. Penso que a mudança de patrocinador devia trazer mais benefícios para o campeão, com o aumento do valor do prémio”.


Alexandre Maria,
estudante


Apesar de alterarem a designação do campeonato, de BAI para BIC Basket, o valor do prémio mantém-se. Acho que devia ser melhor, mas é um incentivo para quem compete. Não é o que se passa por exemplo no Girabola, que 36 anos depois a Federação Angolana de Futebol continua a premiar o campeão com apenas uma taça simbólica, sem qualquer valor financeiro”.


Délcio Vaz ,
estudante


Pelos títulos que o basquetebol já conquistou em África, penso que era altura de mais patrocinadores juntarem-se à FAB, para esta poder dar um prémio mais condigno ao campeão nacional. Acredito que as equipas investem mais do que o valor que é atribuído ao vencedor. Em todo o caso, temos de dar mérito aos membros da Federação por atribuir um prémio ao campeão.


António Manuel ,
estudante

AVALIAÇÃO JD
ILÍDIO CÂNDIDO
Vice-presidente da FAAND Positivo-
Apesar de a atleta Azenaide Carlos não poder fazer parte do grupo que vai estagiar em Portugal para o torneio Pré-olímpico, por estar acometida de uma lesão, a Federação não descarta o acompanhamento para a sua recuperação. O vice-presidente da FAAND disse que a Selecção Nacional vai continuar a precisar dos préstimos da meia-distância.


ROMEU FILEMON
Técnico dos Palancas Negras Negativo-
Depois de cinco presenças consecutivas, os Palancas Negras não vão estar presentes na maior cimeira do futebol continental, que se realiza no próximo ano, na Guiné Equatorial. O empate sábado com o Gabão soube a derrota e deixou sem qualquer hipótese de Romeu Filemon e seus pupilos continuarem a sonhar com o CAN-2015. Que pena!

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »