Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

31 de Dezembro, 2014
“Eu não sou e nem pretendo ser pedra nas chuteiras de ninguém. Quero manter a mesma determinação e objectivo que me é peculiar. A meta é entrar e manter-me na equipa inicial e se possível marcar um golo, coisa que não consigo fazer há dois anos, consecutivos.”


MANUcHO, médio do 1º de Agosto


“Vamos lá para correr e mostrar aos miúdos o nosso potencial. Vai ser um despique que promete renhido com os que se prepararam melhor. Na minha idade, o importante é cortar a meta. Mesmo assim, estou determinado a fazer melhor que fizera no ano passado. O objectivo é terminar à frente dos demais concorrentes da minha categoria”.


KAMIZOMBA,
corredor mais velho da São Silvestre


“Decidimos fazer partidas separadas. As senhoras partem com cinco minutos de antecedência e os senhores às 18h00. Com a intenção de melhorar as situações que têm surgido na partida, vamos também dividir o grosso de corredores masculinos, colocar os atletas de elite (federados e estrangeiros) à frente e os populares atrás”.


ADRIANO NUNES, vice presidente da FAA


“Enfim, estou de volta a casa. Obrigado a todos os que tornaram este sonho possível. Força Atleti. Estou a tentar encontrar a minha felicidade e não há clube melhor que o Atlético de Madrid.”


FERNANDO TORRES,
nova aquisição do Atlético de Madrid


A PERGUNTA DO DIA
FERNANDO TORRES, nova aquisição do Atlético de Madrid

A São Silvestre angolana tem a sua própria marca, tanto é que os atletas que nela participam são corredores das mais variadas escolas desportivas nacionais e estrangeiras. Penso que este intercâmbio faz com que a juventude se unifique cada vez mais em prol do desporto.


Roberto Alberto, estudante


Acreditamos que tem sido de vários níveis, pois bem sabemos que quando chega esta altura do ano em que se realiza a São Silvestre, corredores de todas as províncias deslocam-se à capital do país para participarem nesta festa.



Virgílio António, funcionário público



O país precisa que a cada dia a população seja mais unificada e voltada para a prática desportiva e uma vez que a maioria é constituída por jovens, acreditamos que a São Sivestre a cada edição acaba sempre por incentivar novos atletas que sonham internacionalizar a carreira.



Januário Felicidade,
estudante



AVALIAÇÃO JD
RUI CAMPOS

Presidente do Libolo Positivo-
A fechar o ano, embora este espaço não seja para balanço, propriamente, não temos como não reconhecer mérito ao presidente do Recreativo do Libolo. Um título de campeão do Girabola, um título de campeão nacional de basquetebol e outro de campeão africano também de basquetebol, não é pouca obra.


CARLOS LUÍS
Presidente da Fabox Negativo-
A direcção da Fabox convocou ontem uma conferência de imprensa que só veio a ter lugar uma hora e meia depois. Embora saibamos que entre nós os horários são quase sempre violados, não foi bom pôr os jornalistas a “chichilar” aquele tempo todo. Houve quem desistiu e não cobriu a actividade. Não foi bom sô presidente.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »