Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

19 de Fevereiro, 2015
O Caála está bem e tem outras pessoas competentes que vão tomar conta do plantel, aliás, são estas que têm conduzido com Pedroto o comando da equipa. Ele sai, o Caála continua e sábado vamos dar resposta a isto e ponto final quanto a este assunto”.


Horácio Mosquito, presidente do CRC


“Não gosto de valorizar nada que é negativo. Para mim, o adiamento tem outra face que é positiva, que consiste na possibilidade que me dá, de poder avaliar os dois jogadores influentes que não estiveram connosco no estágio no Brasil”.


“Robertinho”, técnico do ASA



“Para nós é um orgulho muito grande poder representar a nossa selecção. O professor Moncho utilizou neste conjunto de convocatória a base dos jogadores que estiveram no Mundial, infelizmente, há alguns jogadores que se encontram tocados”.


Emanuel Trovoada, técnico-adjunto do “Cinco” nacional


“Eu ganhei tudo que há para ganhar no desporto, mas acho que ia ser bom competir noutra Olimpíada. Certamente o objectivo final é a medalha de ouro no Rio. Vai ser uma experiência incrível, e após isso eu me aposento do desporto”.


Isinbayeva,
bicampeã olímpica do salto a vara


PERGUNTA DO DIA
O 1º de Agosto tem potencial para vencer, em casa, o Recreativo do Libolo, no próximo dia 28 de Março, para a primeira jornada do Girabola?

O 1º de Agosto tem todas as possibilidades de vencer a partida, tudo porque o jogo foi adiado, devido aos compromissos que a formação do Libolo tem nas Afrotaças. Isso, quer dizer que Dragan Jovic tem tempo suficiente para organizar melhor a equipa.


Figueira Fuxi,
comerciante


A formação militar, não obstante levar mais de cinco anos que não exibe a faixa de campeão, tem a oportunidade de mostrar aos seus adversários que esta época é sua. Esperamos que a equipa da capital consiga vencer a turma da Vila de Calulo, apesar de faltar ainda muito tempo para se encontrarem.


Fernando Cassoma, comerciante



Este é um dos jogos de maior cartaz da primeira jornada do Girabola, tudo porque como bem sabemos, o 1º de Agosto faz parte das equipas mais tituladas do país, ao passo que o Recreativo do Libolo é o actual campeão e soma dois troféus. Mas até lá, tudo pode acontecer.

Daniel Pedro,
comerciante


AVALIAÇÃO JD
AUGUSTO MANUEL
Presidente do Bravos do Maquis Positivo-
O Bravos do Maquis desistiu da luta pela conquista do título do Girabola2015. Há que ter os pés bem assentes no chão antes de anunciar altos voos. Quem não tem, não inventa modas. As atenções estão agora viradas para a melhoria do sexto lugar. Decisão acertada, senhor presidente Manuel Docas.

PAULO MADEIRA
Presidente da FAB Negativo-
A Selecção Nacional que vai competir no torneio de apuramento aos Jogos Africanos não vai efectuar nenhum treino em casa por conta do tempo apertado que tem pela frente. A indicação tardia da nova equipa técnica e o atraso na preparação das condições estão na base desta situação que pode beliscar a equipa nacional.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »