Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

19 de Janeiro, 2016
“Conseguimos tirar algumas ilações, sob o estado do grupo a todos os níveis, apesar de ainda ser prematuro. Contudo, considero que foi bastante proveitoso, não esperava a capacidade mostrada aqui pelo grupo, acima de tudo, por aquilo que desenvolveram neste treino”.


Albano César, treinador do Progresso Sambizanga.




“Estamos cientes, que cá no país vamos encontrar também um bom local para o estágio, e esperamos que nada venha atrapalhar o nosso trabalho. Acho, que é necessário uma análise, sem precipitação”.


Miller Gomes ,
treinador do Kabuscorp


“Eu acredito, que é a hora dos mais jovens. Eu já tive o meu momento. Acredito que seria muito bom, se meu último jogo, fosse com o uniforme dos Lakers”.


kobe Bryant ,
basquetebolista dos Los Angeles Lakers




“Houve uma mudança de ânimo no Real Madrid. Temos mais empatia com Zidane, e não me perguntem porquê, o futebol é assim. Mas fiz o meu trabalho com Benítez, a pensar no melhor para o clube, independentemente da pessoa que lidera a equipa”.


Cristiano Ronaldo,
jogador do Real Madrid


A PERGUNTA DO DIA
Depois da derrota da selecção nacional por (0-1) no jogo com os Camarões, para a abertura do CHAN do Ruanda, acredita que Angola tem possibilidades de passar para a fase seguinte da competição?


Penso, que ainda é muito cedo, para pensarmos em fracassos. Nós assistimos o jogo, e apesar de não termos ganho o jogo, os atletas estiveram muito bem, jogarem com classe e responsabilidade. Infelizmente, eles marcaram um golo, mas podemos acreditar na qualificação de Angola para a fase seguinte.


Ricardo António ,
funcionário público


Temos de manter a fé naquilo que queremos, acreditar que os nossos objectivos serão concretizados. A selecção melhorou consideravelmente, porque jogamos bem, só não tivemos sorte de marcar golo. E como quem não marca sofre, sofremos. Penso que na quinta -feira com o RD Congo as coisa sejam diferentes.


Moisés Toco ,
funcionário público


Acho, que vamos passar para a fase seguinte, porque não estamos tão mal. Os Palancas Negras iniciaram a partida com algum receio do adversário, talvez, pelo facto deles possuírem um histórico mais forte em relação ao nosso. Com isso, consentimos um golo, logo nos primeiros minutos do jogo. Mais tarde reagimos com um futebol mais ousado, mas sem finalizar.


Lachinov Larivaldo ,
estudante

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »