Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

03 de Fevereiro, 2016
Fique claro que nós não vamos a Sérvia com o propósito de participar da prova, mas para competir ao mais alto nível, reconhecemos que vamos encontrar adversários extremamente fortes. Por isso, teremos que nos preparar bem para realizarmos um bom torneio a fim de preparamos o Afrobasket de 2017.
Paulo Madeira , presidente da Federação Angolana de Basquetebol



É evidente que estamos a fazer a preparação do nosso grupo. Apesar de ficarmos na última posição do torneio, ficamos satisfeitos com o desenvolvimento da nossa equipa. Ainda temos algumas pedras, fora da equipa, para algumas adaptações. Mas foi bom e bastante proveitoso para aquilo que pretendemos fazer aqui no estágio (Windhoek).
Albano César , treinador do Progresso do Sambizanga

Trabalhamos para termos uma equipa ganhadora. Logicamente, um Petro a jogar bem, porque a jogar bem a percentagem de ganhar é maior do que se jogar mal. Mas também pode-se ganhar a jogar mal, mas numa competição como o Girabola isso é impossível.
Beto Bianchi , treinador do Petro de Luanda

A concorrência é bastante salutar, obriga a trabalhar forte, no sentido de se ganhar a confiança da equipa técnica e assegurar a titularidade, sempre na base da humildade, a cumprir com as orientações da equipa técnica.
Anastácio Costa , reforço do Progresso do Sambizanga



A PERGUNTA DO DIA
Gilberto é fundamental para a projecção do futebol dos encarnados, dado o cargo que ocupa na direcção da equipa das águias, e a credibilidade que goza como ex - capitão da Selecção Nacional e do Benfica de Luanda,?



Gilberto tem de um histórico, que pode ser muito interessante para o Benfica de Luanda já que antes de assinar pelas águias, teve formação e passagem pelo Petro de Luanda, para além do clube com mais títulos no continente, o Al Ahly do Egipto.
Garcia Michael , estudante


A ideia principal, da direcção do Benfica de Luanda é esta, já que Gilberto é dos poucos nomes na actual direcção que teve enquanto atleta uma passagem internacional ao mais alto nível.
Mateus Camona, estudante


O antigo capitão das águias da capital, é o nome certo, para exercer a função de director para relações institucionais do Benfica. Aliás, como ele mesmo disse ao Jornal dos Desportos, " a minha função tem visão futurista.
Albano César , treinador do Progresso do Sambizanga


A ideia principal, da direcção do Benfica de Luanda é esta, já que Gilberto é dos poucos nomes na actual direcção que teve enquanto atleta uma passagem internacional ao mais alto nível.
Sebastião Luís , funcionário público



Últimas Opinies

  • 20 de Julho, 2019

    Acesso ao Qatar

    Apesar da qualificação inédita numa fase final de um Mundial de Futebol, algo que ocorreu curiosamente em 2006, edição organizada pela Alemanha, a Selecção Nacional.

    Ler mais »

  • 20 de Julho, 2019

    O honroso sexto lugar do nosso hquei em patins

    A recente participação de Angola no Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, que decorreu em Barcelona, Espanha, e que o nosso país se classificou em sexto lugar.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso período pré competitivo, nesta segunda quinzena de Julho, já queria ir para uma paragem, onde tivesse campos e equipas para realizarmos jogos.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Final interessante

    Um mês depois de fortes emoções vividas nos estádios e em outros espaços fora e longe dos centros de disputa,  vamos ter,  finalmente,  amanhã dia 19, o cair do pano da XXXII edição do Campeonato Africano das Nações de futebol, organizado pelo Egipto.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    A dvida de Akw

    O dia 8 de Outubro de 2005, ficará para sempre gravado na história do desporto angolano e do futebol em particular.

    Ler mais »

Ver todas »