Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

04 de Fevereiro, 2016
Quero agradecer a todos os meus parceiros, porque este título (campeão na classe de protótipos C3), não é só meu. Existe muita gente envolvida neste projecto e todos contribuíram. Há muito trabalho feito nos bastidores, e a mim cabe apenas, a tarefa final de pilotar o carro.


Rossano Sá Silva , piloto angolano de automobilismo


Não podemos viver a depender das decisões tomadas a favor de alguns clubes em detrimento de outros. É uma situação que parecendo que não, torna-se caricata, porque isso indicia que as estruturas de decisão funcionam com um peso e duas medidas.


Hélder Teixeira ,
treinador do CR da Caála


O Executivo de Angola tem sido e sempre foi o principal parceiro do desporto angolano de uma maneira geral e em particular da Federação Angolana de Basquetebol. Infelizmente, a crise mundial que atinge o país tem dificultado as nossas acções, razão pela qual temos procurado outros parceiros.


Paulo Madeira , presidente da FAB


Estou bem feliz, porque a electrónica funciona bem. Não estamos ao mesmo nível do ano passado, mas já é bom pilotar a moto e especialmente o pneu dianteiro da Michelin melhorou muito o feeling; quando você pilota a moto é mais similar ao do ano passado.


Valentino Rossi ,
piloto italiano da MotoGP


A PERGUNTA DO DIA
Que filosofia de trabalho a Federação Angolana de Futebol deve adoptar, no sentido de acompanhar o desenvolvimento dos melhores jogadores nos Campeonatos de sub-20 e sub-17?


A Federação Angolana de Futebol através do departamento de acompanhamento dos escalões inferiores, precisa com urgência de apresentar um projecto ambicioso em prol do futuro da modalidade. Uma vez que os talentos revelados precisam de um bom acompanhamento.


Flávio Moxi ,
estudante


A aprendizagem do ABC do futebol é um assunto que leva os fazedores desta modalidade a tornarem-se humildes, caso queiramos mesmo chegar ao profissionalismo. A FAF precisa de tirar ilações dos feitos de Oliveira Gonçalves na altura seleccionador dos Palanquinhas, que conquistaram o título continental.


Serafim Evaristo,
estudante



Fala-se muito na atenção a ser dada nos escalões mais baixos mas creio que faz-se muito pouco em prol dos jovens jogadores. Houve talentos que se revelaram agora nesses campeonatos e é precisos estratégias bem delineadas para o seu aproveitamento.



Aisamack Ramos ,
estudante

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »