Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

04 de Abril, 2016
Entendemos que as dificuldades do país são gerais, atingem o sector público e privado, mas ainda assim estamos em crer que o nosso espírito nacionalista , a nossa entrega e dedicação, todo o nosso orgulho que nos fez manter o nosso país até agora, tenho a certeza de que pode prevalecer e vamos conseguir salvar a realização desta prova (CAN de andebol) no país.

Albino da Conceição, Secretário de Estado do Desporto


Estivemos bem e dominámos o jogo do princípio ao fim. A minha equipa soube bater-se com valentia diante de um adversário forte e que sabe jogar em qualquer campo do país. Infelizmente, não marcámos o golo que podia coroar em êxito tudo o que se produziu aqui hoje (sábado).


Vaz Pinto , treinador da Académica do Lobito


"(...) sendo um projecto novo, não seria oportuno lançar datas do nosso regresso à alta competição. Queremos consolidar antes as bases estruturantes tanto a nível da direcção como amigos do clube, que são um dos principais patrocinadores das nossas iniciativas."


Bráulio de Brito , presidente do Clube Ferroviário de Angola


Nunca vi jogadores que saibam olhar para si próprios, que saiba ver como rendeu e depois é sempre a culpa do treinador. Então ele (Di María) está nessa classe de jogadores que não sabem fazer autocrítica. Infelizmente, essa é a vida do técnico, é sempre assim.
Louis Van Gaal , treinador do Man United


A PERGUNTA DO DIA
Qual deve ser o contributo da juventude angolana para a manutenção da paz e do desenvolvimento do desporto nacional?


A juventude é a força motriz de uma sociedade, esta realidade é bem visível no nosso país, por isso, somos obrigados a pautar por uma conduta de vida exemplar de forma a vivermos em união e desenvolvermos a cada dia o nosso país e o desporto nacional em particular.


Pedro Amaro , estudante


A juventude angolana por muitos anos mostrou à África e ao mundo, o quanto gosta do seu país e a sua propensão para a prática do desporto. Para que o país continue a registar ganhos em todas as suas esferas, é importante que a juventude preserve a paz conquistada com muito sacrifício por todo o povo.


Maura Dala , funcionária pública


O contributo da juventude deve ser feito em todas as áreas do saber, a começar pela formação académica e profissional completa, para além de outras formações como técnico-profissionais de forma a elevarmos sempre bem alto a bandeira nacional. Com isso ganha o país e ganha o desporto em particular.


Jane Lopes , comunicóloga

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »