Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

13 de Abril, 2016
"Gostaria de não falar muito sobre os jogos, porque a hora em que são efectuados em Luanda, não dão possibilidades às equipas de apresentarem um bom espectáculo. De qualquer das formas felicito a minha equipa, que soube jogar mesmo debaixo dessa condição".

Ivo Traça ,
treinador do Desportivo da Huíla

Na ponta final do jogo, os meus jogadores perderam a cabeça e acabaram por ser expulsos, uma situação que não se compadece na alta competição. " São situações que necessitamos de sentar com os nossos atletas para alertá-los que precisam de ter mais calma e ter um auto domínio em jogos desta dimensão".

Nfinda Mozer , treinador do 1º de Maio de Benguela

Nós já temos um terceiro lugar nestas provas, queremos melhorar a classificação, mas se mantivermos este lugar pensamos que é aceitável. Cumprimos uma primeira fase de preparação inserida na disputa do campeonato provincial que teve como objectivo, capacitar as atletas do ponto de vista físico".

Teresa Ulundo ,
responsável no departamento de andebol do Progresso

Trabalhamos para vencer o Libolo, assim como aconteceu com o Porcelana. Vamos ter um adversário que vem de uma derrota, mas possui uma vasta experiência competitiva. "Temos um plantel de 25 jogadores e todos têm de estar aptos para qualquer desafio que tiverem pela frente".

Beto Bianchi , treinador do Petro de Luanda

A PERGUNTA DO DIA
O método de rotação a que o técnico do ASA, Robertinho está a submeter a equipa principal de futebol, significa uma reparação antecipada para a segunda volta do Girabola?


"Robertinho", é um treinador com bastante experiencia competitiva e sabe perfeitamente mostrar o seu valor profissional. Ele sabe os motivos desta rotação a que submete, mas pode ser visando já a segunda volta do campeonato.

Pedro Amaro , estudante

O treinador da formação do Atlético Sport Aviação (ASA) reconhece que num determinado plantel, fazem parte mais de vinte jogadores e todos precisam de mostrar o seu valor em campo. Este desafio só é possível graças a oportunidade dada aos jogadores, desde os treinos até aos jogos oficiais.

Maurício Malembe ,
estudante


Robertinho quer tirar o maior proveito do plantel que tem à sua disposição, daí esta rodagem que faz, em que todos os jogadores têm a oportunidade de mostrar o seu valor, um método que considero justo e que pode dar os seus frutos.


Alfredo Sebastião, estudante

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »