Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

26 de Julho, 2018
Assim é difícil jogar. Veio cá uma equipa com uma cama e uma toalha para fazer praia. Mas o futebol também tem destas coisas. Acredito que fomos a equipa que mais fez para ganhar e a outra veio disposta a empatar. Sabíamos que iria ser um jogo difícil, pois conhecemos bem o adversário e fizemos uma boa preparação.

HÉLDER TEIXEIRA, técnico da equipa de futebol do Progresso do Sambizanga

O basquetebol nacional não vai bem. Algumas associações sobressaem mais do que outras, porque a Federação Angolana valoriza e acompanha aquelas que mais lhe agradam. A Huíla não é valorizada e está com dificuldades de aprender mais. Os juízes, comissários e árbitros não são nomeadas para as provas nacionais de grande relevo.

HENRIQUES ALBANO , presidente da Associação Provincial de Basquetebol da Huíla


O árbitro principal do jogo que apitei, havia me dito que estávamos a pôr a carroça à frente dos bois e que mais tarde arrependíamo-nos do acto de salvação. Hoje, faço a ligação daquelas palavras com a nossa situação vigente. É muita coincidência. O mesmo árbitro havia-me questionado: achas que sóis árbitro?

VENÂNCIO SUANA,
responsável do Conselho de Arbitragem de Basquetebol da Huíla

Estamos preocupados com a situação da falta de condições financeiras e materiais para acolher o Campeonato Africano de Jiu-Jit. O tempo está a acabar e não temos quase nada pronto. As solicitações já foram feitas e os pedidos de patrocínio também, mas está difícil. As portas continuam fechadas para nós.

PEDRO EMOUS , Secretário-geral da Federação Angolana de Jiu-Jit

Últimas Opinies

  • 07 de Abril, 2021

    Ida ao Mundial marcou o futebol

    Em 2018, a nossa selecção de futebol adaptado trouxe-nos o primeiro troféu de cariz Mundial, ao vencer o campeonato do Mundo.

    Ler mais »

  • 07 de Abril, 2021

    Ganhos que podem ir ao ralo

    A circulação de pessoas e bens, apesar das dificuldades das estradas, faz-se com segurança.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um toque ao desenvolvimento

    O país comemorou ontem mais um ano de paz. Foi a 4 de Abril de 2002 que a Nação angolana presenciou a cerimónia que marcou o fim de um período de guerra que deixou inúmeras cicatrizes.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Os ganhos da nossa vaidade

    Ao assinalarmos 19 anos, desde que o país começou a desfrutar do alívio que só a paz proporciona, não há como não reconhecer os ganhos havidos no sector desportivo neste lapso de tempo.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um retrocesso em alguns casos

    O desporto foi o grande embaixador do país, algumas modalidades assumiram-se como verdadeiros porta-estandartes, dado os feitos protagonizados por algumas selecções nacionais.

    Ler mais »

Ver todas »