Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

29 de Outubro, 2018
É certo que o ASA tem pendentes administrativos FAF, tal como dívidas para com alguns jogadores que representaram a equipa nas últimas três épocas. Mas nós entregamos na responsabilidade dos nossos advogados. São eles que estão a tratar do assunto, junto das instâncias apropriadas.JOSÉ KILAMBA, chefe de Departamento do Futebol do ASA

“Confio em todos atletas, mas para este jogo preciso colocar onze jogadores em campo e convocar 18. Defendi sempre para que haja um Girabola limpo. Falo muito da verdade desportiva, porque sofri na carne aquilo que o 1º de Agosto sofreu em Tunis. A única coisa que peço é que não aconteça factores externos.
BETO BIANCHI, treinador do Petro de Luanda


Tivemos pouco tempo de preparação, ou seja, os 23 dias foram insuficientes para aquilo que pretendíamos. Deste modo, fizemos um trabalho acelerado de forma a fazermos a máquina funcionar a partir de domingo (ontem) na maior prova do futebol nacional. Perdemos muitos jogadores de referência, sobretudo no meio campo.
HÉLDER TEIXEIRA, técnico do Progresso do Sambizanga


Nós somos bi-campeões africanos e temos a obrigação de defender o título nas duas vertentes. Individualmente, os miúdos estão bem, mas há necessidade de aprimorar o trabalho por equipa, nestas últimas semanas de preparação em Luanda. O torneio de abertura serviu para testar todo trabalho realizado, desde o início da preparação.
MOISÉS CAMOTA, seleccionador nacional de vela da classe Optimist

Últimas Opinies

  • 07 de Abril, 2021

    Ida ao Mundial marcou o futebol

    Em 2018, a nossa selecção de futebol adaptado trouxe-nos o primeiro troféu de cariz Mundial, ao vencer o campeonato do Mundo.

    Ler mais »

  • 07 de Abril, 2021

    Ganhos que podem ir ao ralo

    A circulação de pessoas e bens, apesar das dificuldades das estradas, faz-se com segurança.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um toque ao desenvolvimento

    O país comemorou ontem mais um ano de paz. Foi a 4 de Abril de 2002 que a Nação angolana presenciou a cerimónia que marcou o fim de um período de guerra que deixou inúmeras cicatrizes.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Os ganhos da nossa vaidade

    Ao assinalarmos 19 anos, desde que o país começou a desfrutar do alívio que só a paz proporciona, não há como não reconhecer os ganhos havidos no sector desportivo neste lapso de tempo.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um retrocesso em alguns casos

    O desporto foi o grande embaixador do país, algumas modalidades assumiram-se como verdadeiros porta-estandartes, dado os feitos protagonizados por algumas selecções nacionais.

    Ler mais »

Ver todas »