Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

13 de Junho, 2019
Felizmente, temos 90 por cento de jogadores, com os contratos em vigor. Acertamos com aqueles, que não tinham ainda os acordos definidos. Nos próximos dias, vamos fechar esses contratos. Tudo está bem encaminhado. Favorável ou desfavoravelmente, temos de ser coerentes e ter a noção de onde estamos, e o que podemos fazer.

ARTUR BARROS,
vice-presidente do Petro para o Basquetebol

Há pessoas, como o Jorge Mário Fernandes, Norberto de Castro, Canda da Costa, Belmiro Carmelino e Denilson Gourgel, a quem tenho de agradecer, porque fizeram que estivéssemos presentes neste grande evento, acima de tudo, esta é uma vitória de todos os árbitros e comissários angolanos, é por causa deles que a AAFA conseguiu esses lugares.

VICENTE GARCIA,
O presidente da AAFA

“O avançado Razaq não fica connosco, porque terminou o contrato. O Jacques continua connosco. Ele (Jacques) o ano passado teve problemas de lesão e vai integrar o grupo, na pré-época. Agora, esperemos que esteja bem, porque prometeu-nos que viria recuperado. Vamos ver isso na pré época, se assim não acontecer, com certeza não continuará no Desportivo da Huíla.

CARLOS MANUEL,
director geral do Desportivo da Huíla

Foi uma decisão, que consideramos a todos os títulos injusta, pelo que nos próximos dias vamos tornar pública a nossa posição, face a essa inaplicável e lesiva decisão tomada pelo Conselho de Disciplina da FAF, porquanto, choca com os interesses do desporto nacional.

RUI ARAUJO ,
chefe da comissão de gestão do 1º de Maio

Últimas Opinies

  • 21 de Setembro, 2019

    Craques que buscam afirmao alm-fronteiras

    É por demais sabido, que a história do futebol angolano regista o nome de ex-jogadores, que ajudaram a elevar o nome do país além-fronteiras.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Talentos angolanos ofuscados na dispora (?)

    Hoje, neste espaço assinado “A duas mãos”, concordamos escrever sobre um assunto de suma importância e que merece a nossa atenção, até porque, sem desprimor para outros, as questões sobre os futebolistas angolanos que actuam na diáspora, com particular destaque para os novos talentos que têm, nos últimos tempos, preenchido largos espaços na média desportiva e não só.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os adversários são bons, os grupos são fortes e têm boas selecções.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Crise petrolfera

    Há maus ventos no Petro Atlético de Luanda

    Ler mais »

  • 19 de Setembro, 2019

    Futebol nacional deve ser revolucionado? (II)

    A semana precedente fechei o texto com o seguinte argumento: “A meu ver, já não se pode gastar dinheiro em vão com o futebol.

    Ler mais »

Ver todas »