Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

29 de Junho, 2019
O que o Desportivo fez na última época, veio demonstrar que com mais apoios das empresas, forças vivas, estruturas governamentais e privadas da província, há sucesso. Quer dizer que com mais contribuições e esforços, podemos jogar e disputar os títulos do Girabola e da Taça de Angola.

JOÃO GONÇALVES, presidente da APF da Huíla

É sempre bom começar o campeonato a pontuar. Não gostei do dispositivo da primeira parte, começamos a jogar sem um «playmaker», sofremos um golo devido uma falha defensiva, mas na segunda parte o técnico teve mais coragem e começou muito bem. A Tunísia baixou de rendimento, não sei se foi por causa das alterações feitas pelo técnico angolano.

LUÍS QUINTAS, técnico de futebol angolano

Penso que estivemos muito bem. A selecção demonstrou capacidade, entrosamento, fio de jogo e, sobretudo, pude perceber que transpira confiança. Para quem pensava que a Tunísia fosse superiorizar-se a nós e vencer o jogo, ficou claramente enganado. Mostramos ser uma selecção experiente.

BARATA SANDA, presidente de direcção do Mandumbo FC do Girabairro

Foi com bastante satisfação que recebi a convocatória do seleccionador nacional. Apesar, da excelente época que fiz ao serviço do Grupo Desportivo Marinha de Guerra, a chamada acabou por ser uma surpresa para mim. Agora, tenho de trabalhar de forma árdua, para continuar a merecer a confiança da equipa técnica.

JUSCELINO RICARDO, basquetebolista do Grupo Desportivo da Marinha de Guerra

Últimas Opinies

  • 21 de Setembro, 2019

    Craques que buscam afirmao alm-fronteiras

    É por demais sabido, que a história do futebol angolano regista o nome de ex-jogadores, que ajudaram a elevar o nome do país além-fronteiras.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Talentos angolanos ofuscados na dispora (?)

    Hoje, neste espaço assinado “A duas mãos”, concordamos escrever sobre um assunto de suma importância e que merece a nossa atenção, até porque, sem desprimor para outros, as questões sobre os futebolistas angolanos que actuam na diáspora, com particular destaque para os novos talentos que têm, nos últimos tempos, preenchido largos espaços na média desportiva e não só.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os adversários são bons, os grupos são fortes e têm boas selecções.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Crise petrolfera

    Há maus ventos no Petro Atlético de Luanda

    Ler mais »

  • 19 de Setembro, 2019

    Futebol nacional deve ser revolucionado? (II)

    A semana precedente fechei o texto com o seguinte argumento: “A meu ver, já não se pode gastar dinheiro em vão com o futebol.

    Ler mais »

Ver todas »