Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

03 de Agosto, 2019
Vergonha seria o Benfica participar e logo na segunda jornada gritar, berrar, por falta de dinheiro e desistir (do Girabola Zap). Aí sim, é que seria vergonha. Isso é que tiraria prestígio a instituição que é o Benfica, à APF como órgão reitor do futebol na Huíla e a própria província.”

JOÃO GONÇALVES , presidente da Associação Provincial de Futebol da Huíla

Não há dados que indiquem que Angola se preparou para estar presente no Campeonato do Mundo do Qatar. Mas este era, na minha óptica, o nosso Mundial, depois da Alemanha, em 2006. Não seria em 2010, 2014 ou 2018, como desejava a Federação, no passado, mas o de 2022. Creio que não se preparou este Mundial (...)

OLIVEIRA GONÇALVES , ex-seleccionador nacional dos Palancas Negras

Tínhamos a possibilidade de conquistar várias medalhas, mas por razões financeiras não foi possível levar mais atletas. A título de exemplo é o jovem que conquistou a medalha de ouro. Detém a marca de 57 metros no lançamento de dardo. No campeonato nacional, conseguimos lançar 64 metros.”

BERNARDO JOÃO , presidente da Federação Angolana de Atletismo

Pode ser que termine a carreira a treinar uma selecção. Mas ser seleccionador e ter um jogo por mês? Muito escritório. Sem campo. Sem jogos. Esperar dois anos pelo Europeu e pelo Mundial. Não, ainda não. Mas, talvez um dia. Se não for Portugal, será outra selecção. Quando vou a Europeus e Mundiais..., sinto que quero fazê-lo um dia.

JOSÉ MOURINHO ,
ex-treinador do Manchester United

Últimas Opinies

  • 21 de Setembro, 2019

    Craques que buscam afirmao alm-fronteiras

    É por demais sabido, que a história do futebol angolano regista o nome de ex-jogadores, que ajudaram a elevar o nome do país além-fronteiras.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Talentos angolanos ofuscados na dispora (?)

    Hoje, neste espaço assinado “A duas mãos”, concordamos escrever sobre um assunto de suma importância e que merece a nossa atenção, até porque, sem desprimor para outros, as questões sobre os futebolistas angolanos que actuam na diáspora, com particular destaque para os novos talentos que têm, nos últimos tempos, preenchido largos espaços na média desportiva e não só.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os adversários são bons, os grupos são fortes e têm boas selecções.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Crise petrolfera

    Há maus ventos no Petro Atlético de Luanda

    Ler mais »

  • 19 de Setembro, 2019

    Futebol nacional deve ser revolucionado? (II)

    A semana precedente fechei o texto com o seguinte argumento: “A meu ver, já não se pode gastar dinheiro em vão com o futebol.

    Ler mais »

Ver todas »