Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

22 de Setembro, 2015
Ganhámos e esse era o nosso objectivo para este jogo. Enfrentamos uma boa equipa e ganhámos bem. Estamos a fazer o nosso trabalho, queremos vencer os quatro jogos que faltam, ainda restam 12 pontos e acreditamos enquanto
matematicamente for possível chegar ao título”.

FILIPE NZANZA,
treinador adjunto do 1º de Agosto
Fizemos tudo para para não sairmos daqui derrotados. A minha equipa aguentou até a dado momento do jogo, sobretudo naquele momento em que estávamos a mandar no jogo. Não marcamos e para piorar sofremos dois golos por distracção dos centrais que, para a nossa infelicidade, entraram mal no jogo”.

ROBERTO DO CARMO, treinador do ASA

O representante da ITF na Zona V ficou maravilhado com os passos que estamos a dar. O projecto de massificação foi considerado em bom ritmo. O ténis nacional está vivo, nos últimos anos fez-se um grande trabalho e os resultados estão à vista. A participação nos circuitos internacionais é um dos exemplos”.

MATIAS CASTRO, presidente da FAT
Tenham a certeza, de que a FIFA permanece confiante na sua capacidade de se recuperar da actual situação difícil, para restaurar a sua reputação para o bem do jogo. Peço a todos vocês que continuem a trabalhar duro, para desenvolver, promover e celebrar o jogo que nós amamos”.

JOSEPH BLATTER, presidente da FIFA

A PERGUNTA DO DIA
O Recreativo do Libolo pode encomendar já as faixas
de campeão nacional quando está a duas vitórias
da revalidação do título?

Tenho conhecimento, de acordo com as estatísticas, que a equipa que primeiro alcançar a soma dos 60 pontos, fica com o título de campeão nacional. E como o Libolo é equipa que a mais próxima deste feito, é lógica que possa sim fazer isso. Embora o 1º de Agosto e Benfica possam não atirar a toalha ao chão”.

Jorge dos Santos, estudante
A última vitória (2-1) alcançada pela única formação desportiva da província do Cuanza Sul no Girabola, Libolo, diante do Progresso da Luanda Sul com golos de Diawara e Brito, colocou o conjunto em posição de encomendar as faixas de campeão nacional”.

Hilário Francisco, estudante

Apesar de faltarem ainda quatro jornadas para o fecho do Girabola, o que quer dizer que muitas surpresas poderão acontecer durante os 90 minutos de cada jogo, mesmo assim tudo nos leva a crer que a formação de Calulo é a favorita e merecedora das faixas de campeão nacional.”

Jerónimo Gonçalves, relações públicas

AVALIÇÃO JD
CARLOS DINIS
Treinador de basquetebol Positivo-
Angola conquistou em Brazzaville, nos Jogos Africanos, a medalha de ouro no torneio masculino de basquetebol. Com a equipa renovada, o técnico Carlos Dinis voltou a colocar a selecção nacional no trilho das vitórias. O "cinco" nacional fez jus ao seu estatuto de equipa vencedora.

ZECA AMARAL
Treinador do Benfica Negarivo-
A agressão a Yamba Asha, no final do jogo entre o Recreativo da Caála e o Benfica de Luanda, protagonizada pelo técnico encarnado Zeca Amaral, acabou por manchar negativamente o técnico encarnado, que como condutor de homens deve primar sempre por bons exemplos no exercício da sua carreira e não só.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »