Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

29 de Setembro, 2015
Estamos a contar com o título, que é o objectivo, porque tudo passa por vencer o próximo jogo com o Caála. Conseguimos fazer uma boa primeira parte com grande qualidade e na segunda com mais querer e procura do golo.”,


João Paulo Costa , treinador do Libolo


O nosso objectivo era conseguir os três pontos em Cabinda, infelizmente, não conseguimos. O Sporting de Cabinda defendeu-se bem, mas é de lamentar o que vimos do árbitro e dos apanha - bolas, que demonstraram um comportamento negativo.”,


Manuel Nguami , técnico do Domant FC


Temos de nos preparar melhor, ter participação em mais eventos do género dentro e fora do país, para que os tenistas angolanos possam atingir níveis altos de competitividade. Deve haver uma maior aposta nos escalões de formação e criação de melhores condições.”,


Nicolau Monteiro ,
campeão nacional sénior de ténis



Estou tão feliz. Não sou um homem de chorar, mas estou cheio de alegria hoje (domingo) e muito agradecido a todas as pessoas que me ajudaram a chegar aqui. (...) Estar num circuito no qual adorava ver o Ayrton a pilotar, igualar as suas vitórias. Não sei o que dizer. Não me parece real no momento.”


Lewis Hamilton , piloto da Mercedes


A PERGUNTA DO DIA
Acha que a organização da "Volta a Angola"
em bicicleta pode incentivar a massificação e o gosto pela prática da modalidade?


A Volta a Angola, é uma responsabilidade que ultrapassa a competência da Federação Angolana de Ciclismo, é algo que prestigia o país. Penso, que deve haver o engajamento de uma comissão interministerial e empresários nacionais, no sentido de apostarem para que tudo saia bem.


Paulo da Silva , estudante


A iniciativa é positiva, faço votos de que a Volta a Angola em bicicleta, em alusão aos 40 anos da Independência Nacional, a assinalar-se a 11 de Novembro, consiga atrair o maior número de atletas possível, para o bem da modalidade e do desporto de uma maneira geral.


Felex antónio, estudante


O país antes e depois da nossa independência teve sempre o cuidado de realizar grandes actividades desportivas, mas só isso, não basta. É necessário investirmos continuamente, para que possamos sustentar esses desafios. Espero bem, que depois da Volta a Angola, haja mais bicicletas em todas as províncias.


Joaquim Quezo , funcionário público


AVALIAÇÃO JD
FREDY
Jogador do Libolo Positivo-
O golo solitário, apontado por Fredy no domingo diante do Benfica, acabou por ditar de modo antecipado a consagração do Recreativo do Libolo, no Girabola. Com a vitória sobre os encarnados, os libolenses precisam de vencer amanhã o Caála, para abrirem as garrafas de champanhe. O momento é de ansiedade e euforia na vila, lá para as bandas de Calulo.


ZECA AMARAL
Treinador do Benfica Nagativo-
A jogar em casa, esperava-se que o Benfica de Luanda fosse capaz de dar uma melhor réplica ao Libolo e evitar que a consagração estivesse tão próxima, de modo a levar a emoção do campeonato até à última jornada. Mas os encarnados foram uma sombra de si e continuam a revelar um profundo desânimo, desde a derrota no Huambo frente ao Recreativo da Caála.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »