Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

16 de Setembro, 2013
Nós continuamos com atraso em relação à equipa do Kabuscorp e para eles o resultado é bom, mas para nós não. A equipa do Kabuscorp é adulta e matreira e saiu ao intervalo a vencer sem merecer. Gerimos o resultado sem Zola Matumona que saiu lesionado e só temos que aceitar o empate.
DAÚTO FAQUIRÁ, treinador do 1º de Agosto

“O meu sentimento é de muita tristeza. Eu fiquei completamente transtornado quando ouvi a notícia, quando me comunicaram que Cabo Verde podia perder os três pontos pelo facto de termos usado um jogador irregularmente.”
JOSÉ MARIA NEVES, primeiro-ministro de Cabo verde

Tenho a certeza que o presidente do Bayern, Uli Hoeness, nunca faria uma oferta de 100 milhões para contratar um jogador. O clube, aqui, funciona de forma diferente. Além disso, Messi está muito feliz no Barcelona.”
PEPE GUARDIOLA, treinador do Bayern de Muniquei


“Tive uma conversa com Luis Aragonés num momento crucial da minha carreira. Estava prestes a assinar pelo Arsenal no mesmo dia e, se isso acontecesse, talvez não fosse o jogador que sou hoje. Depois acabei por ir para o Barcelona e isso mudou tudo.”
SAMUEL ETO’O, camaronês ao serviço do Chelsea

A PERGUNTA DO DIA
A última etapa do estágio que a selecção nacional feminina realizou em Espanha ajuda à reconquista do título africano?



A nível do nosso continente, a Selecção Nacional mantém o melhor basquetebol, tendo em conta a conquista alcançada no último Afrobasket. Como a Espanha é muito forte nesta modalidade, o “cinco” nacional tem a possibilidade de trazer o título para casa.
José Domingos, funcionário público


A Federação tem sido inteligente ao apostar nesse país ibérico, no sentido de as selecções de ambos os sexos aí realizarem os seus estágios. Angola tem tudo para melhorar o seu sistema de ataque e mostrar aos adversários o quanto continua a crescer.
José de Oliveira, vendedor

A Espanha é dos poucos países da Europa que apresenta um basquetebol completo, ou seja, um basquetebol muito competitivo, tanto nos campeonatos continentais como mundiais. É com essa experiência que o nosso país tem conseguido aprender e dar alegrias ao nosso povo.
Lando João, estudante

Avaliação JD

José Dinis Técnico do Petro-Positivo=O Petro de Luanda voltou a ganhar confiança para a conquista de um lugar que lhe permita participar nas Afrotaças do próximo ano, após vencer o Recreativo da Caála por 2-1. Os “petrolíferos” estiveram a vencer folgadamente mas permitiram a aproximação do adversário, daí alguns sobressaltos no final do jogo.

Romeu Filemon Treinador do Benfica Negativo=
O treinador Romeu Filemon não conhece o sabor da vitória desde que assumiu o comando técnico dos “encarnados” da capital e ontem voltou a perder diante do Santos no jogo entre aflitos. O tempo do Benfica está a esgotar-se, dado que agora é o último classificado do Girabola.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »