Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

10 de Setembro, 2018
Foi necessário ajustar o nosso modelo de gestão e de liderança, em função das circunstâncias impostas pelo mercado. Pelo terceiro ano consecutivo, colocamos as modalidades nucleares no topo do desporto nacional. O andebol feminino regressou às provas africanas e com vitória. Quer dizer que o modelo funciona.
Tomás Faria , presidente do Petro de Luanda
Devemos nos unir mais e não ficar pelas polémicas, como vimos assistindo nos últimos dias. Nem tudo está mal no basquetebol, pois, mesmo diante das dificuldades financeiras que o país vive, conseguimos competir em todas as provas internacionais, apesar de não atingirmos os objectivos.
Hélder Cruz “Maneda” , presidente da Federação Angolana de Basquetebol
Sabíamos das nossas limitações, e isso, iria cobrar-nos à dada altura do campeonato. Então, foi planificado entrar bem na competição e cumprir com aquilo que era a exigência da direcção: atingirmos os pontos que poderiam nos garantir a permanência o quanto antes.
Mário Soares , treinador do Desportivo da Huíla
Fizemos o possível de chegar à meta. Acredito, que não nos impusemos, tal como aconteceu com outras equipas, porque faltou experiência e no momento certo, a matreirice, até mesmo dos dirigentes e jogadores, sobretudo, nos jogos em casa. Em todo o caso, a avaliação que faço é positiva, da maneira como superamos a etapa da primeira participação.
Domingos António , presidente do Domant FC do Bengo

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »