Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

23 de Agosto, 2018
Este é um problema que se vive na maioria dos nossos clubes. Quando o dinheiro escasseia, as pessoas desaparecem e os jogadores ficam sem saber com quem contar. Por exemplo, este ano as coisas correram mal para o 1º de Maio, não só porque faltaram salários, mas sim o calor solidário, o carinho e sensibilidade dos dirigentes.Diante da situação que se viveu, sem contar com ninguém, foi um martírio.
MÁRCIO LUVAMBO,capitão da equipa de futebol do 1º de Maio de Benguela

A carreira de um atleta é curta, aconselho os colegas a se dedicarem aos estudos, porque é lamentável o que muitos estão a passar, depois de deixarem os campos não têm uma profissão e não conseguem um emprego digno. Lamento como é que um atleta que jogou em grandes clubes em Angola e no estrangeiro, agora é segurança de uma discoteca.
MANUCHO BARROS,ex-futebolista do Petro de Luanda e do Interclube

Todas as selecções para se apresentarem para um competição no exterior precisam de, aproximadamente, 43 milhões de kwanzas. Este ano já tivemos três selecções que saíram e já gastaram mais de 100 milhões de kwanzas. A federação não tem dinheiro para cobrir as próximas saídas, razão pela qual a selecção sub-18 está a passar por dificuldades.
NELSON SARDINHA, secretário-geral da Federação Angolana de Basquetebol

Acredito que, quando me aposentar, poderíamos organizar uma equipa na MOTOGP com a Yahama, como já foi dito muitas vezes. Eu não quero formar uma equipa enquanto ainda corro e quero permanecer activo pelo maior tempo possível. Mas, honestamente, se eu fosse o director de uma equipa da MOTOGP, gostaria de ter Márquez e Lorenzo no mesmo «box».
VALENTINO ROSSI, piloto mundial de MOTOGP pela Yahama

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »