Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

08 de Setembro, 2018
Nunca pensamos em prognóstico, porque o futebol é um jogo de surpresas, em que não se pode prever e nunca se pode afirmar com certeza, que vamos ganhar ou perder. O mais importante é que queremos e acreditar que é possível alcançar. Estamos a trabalhar e a nos preparar convenientemente.
SRDJAN VASILJEVIC, seleccionador nacional sénior masculino de futebol
Enquanto continuarmos neste impasse, não posso projectar o arranque da próxima temporada. Só temos uma alternativa neste processo: ou os valores surjam, resolvemos os problemas da equipa no Girabola, ou então, nos tornemos em falsos profetas, prometer o que não pode dar. Confesso que esta não é prática dos lobitangas.
LUÍS GONÇALO BORGES presidente de Direcção da Académica do Lobito
Prevíamos que o TP Mazembe seria o nosso adversário destes quartos de final. Estamos satisfeitos por duas questões muitos simples: primeiro pelo facto da proximidade geográfica, já que não teremos de enfrentar longas viagens, e, por outro, pelo aspecto desportivo, por temos futebol com as mesmas características.
IVO TRAÇA, , técnico de futebol adjunto da equipa principal do 1º de Agosto
Ganhamos o Mundial de Futebol e não há qualquer francês entre os finalistas do \'Melhor do Mundo\'. É estranho. E o Mundial é organizado pela FIFA, certo? São decisões próprias, mas não ter um campeão do mundo é surpreendente. Comparando 2016 e este ano, na minha opinião, teria que estar entre os três.
ROGÉRIO MATOS, vice-presidente da Federação Angolana de Pesca Desportiva

Últimas Opinies

  • 13 de Dezembro, 2018

    CAF e a pedra no sapato

    Em 1996 o Quénia renunciou à organização do Campeonato Africano das Nações, por alegada falta de condições ideais para o efeito. Sendo assim, a África do Sul, que se preparava para acolher a edição de 1998, assumiu o desafio, e, acto ,contínuo,  o Burkina Faso, candidato à edição de 2000, teve de acelerar as obras para receber a prova de 1998.

    Ler mais »

  • 13 de Dezembro, 2018

    Citaes

    O Caála foi um digno rival, fechou-se bem, mas o Petro trabalhou para ganhar. Esperamos ter  uma equipa cada vez melhor, porque nesta fase da prova os jogadores já estão mais soltos e os números de golos falam por si

    Ler mais »

  • 13 de Dezembro, 2018

    O exemplo da Hula

    Há muito, que os clubes provincianos que militam no campeonato nacional de futebol da primeira divisão, divergem dos governos locais,  no que toca ao apoio ainda que mínimo às suas acções. Os governos, por sua vez, sempre alegaram que as verbas que   são cabimentadas não prevêem apoio aos seus clubes.

    Ler mais »

  • 13 de Dezembro, 2018

    Pblico empurra cinco nacional ao Mundial da China

    A Selecção Nacional de Angola de Basquetebol vai fazer a oitava presença na mais alta roda do basquetebol Mundial, que a República Popular da China vai  organizar em 2019. Mais uma vez, o público angolano foi determinante para a qualificação.

    Ler mais »

  • 10 de Dezembro, 2018

    A "vara mgica" de Artur Almeida

    Sem terceira intenção, até porque ainda está por aquecer o seu cadeirão, faço o novo reparo a Artur Almeida. Vai para o facto de este nosso novo "governante" do nosso futebol, ter dito, há tempos, que não tem soluções mágicas para a modalidade. Será já uma antecipada e primeira desculpa aos desafios com que vai deparar-se no seu mandato?

    Ler mais »

Ver todas »