Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

27 de Setembro, 2018
Quando pegamos o calendário do Girabola, sabíamos quão difícil seria esse campeonato e muito acelerado. Tínhamos conhecimento da realidade do nosso clube, já que somos um clube modesto com algumas dificuldades. Não temos um recuperador e o nosso departamento médico tem alguma deficiência de equipamento.
MÁRIO SOARES , treinador do Desportivo do Huíla

O orçamento do Kabuscorp para o novo Girabola Zap (2018/2019) é de quatro bilhões de kwanzas. Não vou falar em dólares para não assustar as pessoas. Por isso, deixe-nos trabalhar, porque somos uma equipa do povo, das massas, de bairros e não podemos comparar-nos aos outros clubes. As pessoas devem respeitar o Kabuscorp.
BENTO KANGAMBA , presidente de direcção do Kabuscorp do Palanca

No estrangeiro os países mais fortes do ciclismo em África são a África do Sul, Ruanda, Etiópia, Eritreia e Marrocos. Em alguns tours conseguimos vencer parte desses países. Por exemplo no Tour da Costa do Marfim, ficamos em segundo lugar por equipas, à frente de Marrocos e do Ruanda.
CARLOS ARAÚJO , director desportivo do BAI/Sicasal/Petro de Luanda

Passei por muitas coisas no United. Houve rumores de que a razão por que não jogava no United era que tinha dormido com a filha de David Moyes e ninguém esclareceu isso. Por isso, estive a lutar com os meus próprios demónios contra esses rumores, que sabia que não eram verdadeiros.
WILFRIED ZAHA , futebolista costa-marfinense ao serviço Crystal Palace


Últimas Opinies

  • 07 de Abril, 2021

    Ida ao Mundial marcou o futebol

    Em 2018, a nossa selecção de futebol adaptado trouxe-nos o primeiro troféu de cariz Mundial, ao vencer o campeonato do Mundo.

    Ler mais »

  • 07 de Abril, 2021

    Ganhos que podem ir ao ralo

    A circulação de pessoas e bens, apesar das dificuldades das estradas, faz-se com segurança.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um toque ao desenvolvimento

    O país comemorou ontem mais um ano de paz. Foi a 4 de Abril de 2002 que a Nação angolana presenciou a cerimónia que marcou o fim de um período de guerra que deixou inúmeras cicatrizes.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Os ganhos da nossa vaidade

    Ao assinalarmos 19 anos, desde que o país começou a desfrutar do alívio que só a paz proporciona, não há como não reconhecer os ganhos havidos no sector desportivo neste lapso de tempo.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um retrocesso em alguns casos

    O desporto foi o grande embaixador do país, algumas modalidades assumiram-se como verdadeiros porta-estandartes, dado os feitos protagonizados por algumas selecções nacionais.

    Ler mais »

Ver todas »