Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

15 de Dezembro, 2018
Normalmente quando se ganha não se pode mexer, quando se mexe é porque alguma coisa não está bem. Os jogadores estão bem e vamos aproveitar esse bom momento. A preocupação sempre existe, apesar da segurança que temos com os nossos jogadores, queremos que as coisas saem sempre bem, conforme foi preparado.
Beto Bianchi, treinador do Petro de Luanda

Tenho a oportunidade de evoluir com dois grandes jogadores que não precisam de provar. O Cavani é o maior artilheiro da história do clube (Paris Saint-Germain), o Neymar é um dos melhores do mundo. Aparecíamo-nos, mutuamente, sabemos o que precisamos para brilhar. Estamos juntos .
Kylan Mbappé, futebolista do Paris Saint-Germain de França

No ano passado, realizamos os nacionais (de voleibol de praia) no mesmo palco (província de Benguela) e foi um sucesso. Nessa edição, as coisas serão deferentes. Temos material humano, o factor preponderante de realização da competição.
Valentim Domingos presidente da Federação Angolana de Voleibol

Primeiro, felicito as jogadoras e as outras pessoas que connosco tê trabalhado. Projectamos o \'Africano\' há muito tempo. Sabíamos que seria difícil, mas não a este nível. Estamos felizes por cumprir aquilo que programamos na íntegra (conquista do título). Foi um jogo bem disputado, onde os detalhes ditaram o vencedor.
Morten Soubak, seleccionador nacional sénior feminino de andebol

Últimas Opinies

  • Hoje

    Dcimo lugar reflecte sentido do dever cumprido

    O décimo-quinto lugar conseguido na 24ª edição do Campeonato do Mundo disputado na cidade japonesa de Kumamoto, melhorando o 19º conquistado há dois anos, na Alemanha, constitui uma safra boa.

    Ler mais »

  • Hoje

    Cartas dos Leitores

    Os nossos atletas estão a corresponder com aquilo que nós almejamos, tentar fazer sempre o nosso melhor, no sentido de disputarmos um campeonato tranquilo para que consigamos, também, na parte final do campeonato, termos essa tranquilidade e a permanência assegurada.

    Ler mais »

  • Hoje

    Quem salva o ASA

    Campeão das edições do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão de 2002, 2003 e de 2004, respectivamente, o Atlético Sport Aviação (ASA), um clube cuja existência remonta desde o longínquo 1 de Abril de 1953, corre o risco de extinguir a sua equipa principal.

    Ler mais »

  • 12 de Dezembro, 2019

    Vale a pena continuar a acreditar nos nossos representantes?

    A caminho da terceira jornada, os dois representantes angolanos na fase de grupos de Liga do  Campeões Africanos, continuam a decepcionar. Na primeira jornada, os militares perderam dois preciosos pontos na recepção aos zambianos do Zesco United, enquanto os petrolíferos foram goleados por três bolas a zero em casa do Mamelodi Sundowns da África do Sul.

    Ler mais »

  • 12 de Dezembro, 2019

    Manter a esperana apesar do mau comeo

    Realizadas as duas primeiras jornadas da Liga dos Campeões Africanos, em que estão envolvidas, em representação de Angola, o Clube Desportivo 1º de Agosto e o Atlético Petróleos de Luanda, reservo-me ao direito de expressar o que penso sobre o desempenho das equipas angolanas, que considero ser deficitário não só em termos dos resultados, mas também da qualidade do futebol apresentado.

    Ler mais »

Ver todas »