Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Citaes

12 de Janeiro, 2019
Estou satisfeito por não ter perdido, mas também poderíamos ter ganho o jogo, mas aqui (Cabinda) dificilmente uma equipa de fora ganha. Parabéns o Sporting de Cabinda que é uma equipa que possui qualidade e joga bem, por isso temos que valorizar os jogadores que se formam dentro do país.”
PAULO TORRES , técnico da equipa de futebol do Kabuscorp do Palanca

Hoje vimos muita harmonia. Afinal é possível na Lunda-Norte termos uma equipa forte e podemos todos os dias trabalhar para termos bons resultados. Há saúde e eu enquanto treinador de futebol o meu trabalho é no campo. Vamos falar do jogo, porque no jogo não há balneário. Porquê buscarmos coisas do passado?”
AGOSTINHO TRAMAGAL , treinador da formação do Sagrada Esperança

Não estou a dizer que o árbitro teve influência no resultado. Só quero é dizer que vou agora estudar melhor os árbitros para saber quem dá mais cartões amarelos, quem dá menos, quem prefere o jogo inglês , o suíço ou o sueco. O árbitro teve sim influência no desenrolar do jogo.
ZECA AMARAL , técnico principal do FC Bravos do Maquis do Moxico

Nós temos cerca de treze equipas a nível dos escalões de formação e do ponto de vista financeiro, não é possível colocarmos todas as equipas a competir nas provas nacionais. Estrategicamente, o clube entendeu não participar na prova de Malanje (nacional de basquetebol de Sub-16).
JOAQUIM GOMES “KIKAS”, antigo internacional angolano de basquetebol

Últimas Opinies

  • 21 de Setembro, 2019

    Craques que buscam afirmao alm-fronteiras

    É por demais sabido, que a história do futebol angolano regista o nome de ex-jogadores, que ajudaram a elevar o nome do país além-fronteiras.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Talentos angolanos ofuscados na dispora (?)

    Hoje, neste espaço assinado “A duas mãos”, concordamos escrever sobre um assunto de suma importância e que merece a nossa atenção, até porque, sem desprimor para outros, as questões sobre os futebolistas angolanos que actuam na diáspora, com particular destaque para os novos talentos que têm, nos últimos tempos, preenchido largos espaços na média desportiva e não só.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os adversários são bons, os grupos são fortes e têm boas selecções.

    Ler mais »

  • 21 de Setembro, 2019

    Crise petrolfera

    Há maus ventos no Petro Atlético de Luanda

    Ler mais »

  • 19 de Setembro, 2019

    Futebol nacional deve ser revolucionado? (II)

    A semana precedente fechei o texto com o seguinte argumento: “A meu ver, já não se pode gastar dinheiro em vão com o futebol.

    Ler mais »

Ver todas »