Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Conversas sobre futebol

25 de Janeiro, 2018
A Federação Angolana de Futebol e os clubes voltam a estar hoje num novo frente à frente, para abordarem questões ligadas à programação da nova época desportiva que começa no dia 4 de Fevereiro com o desafio entre o 1º de Agosto, campeão do Girabola, e o Petro de Luanda que é o vencedor da Taça de Angola, que disputam a Supertaça.
O encontro desta manhã vai certamente centrar-se na programação do Girabola, que consome largos meses do ano, chega em muitos casos a ser uma prova bastante longa devido às paragens que se registam na sua trajectória.
A FAF fez saber através do seu secretário-geral, Rui Costa, que o Girabola de 2018 vai ser bastante duro com a realização de jogos ao meio da semana e aos fins de semana, uma vez que a Confederação Africana de Futebol antecipou a data indicativa dos jogos das equipas angolanas que vão evoluir nas Afrotaças do próximo ano, assim como a necessidade da estrutura angolana adaptar o seu calendário ao do órgão reitor do futebol no continente, que adoptou a uniformização dos calendários internos dos seus filiados
Esta última questão costuma ser muito aflorada em vários fóruns sobre o desporto-rei no país, mas sem se conhecer resultados palpáveis.
Os clubes angolanos que desfilam nas Afrotaças, acabam sempre por ficarem prejudicados por causa do desajustamento entre o calendário da FAF e o elaborado pela Confederação Africana para as competições sob sua égide.
A falta de rodagem competitiva, por altura do começo das eliminatórias, tanto para o acesso à Liga dos Campeões como para a fase de grupos da Taça da Confederação costuma ser um dos grandes obstáculos que os angolanos encontram pela frente, por altura da disputa das primeiras eliminatórias, pelo que os resultados nem sempre são os mais animadores, com eliminações precoces à mistura em alguns casos.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »