Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Fogo de artifcio

01 de Maio, 2017
O Girabola está cada vez mais animado, com o Sagrada Esperança da Lunda Norte a surpreender pela positiva, estando na liderança da prova com 28 pontos.A priori, os diamantíferos não eram tidos como candidatos ao título, estatuto este que estava reservado ao 1º de Agosto, Recreativo do Libolo, Kabuscorp do Palanca e Petro de Luanda.

A verdade porém é que os lundas lideram o Girabola, deixando para trás as equipas acima referenciadas. É interessante a luta que se observa no topo da tabela, pois os concorrentes estão separados por escassos pontos entre si, desde o primeiro ao quintoclassificado.

Este aspecto é um forte indicativo de que o nosso Campeonato está a evoluir em termos de competitividade, o que por si só é muito salutar. Entretanto, a liderança do Sagrada Esperança levanta várias indagações, entre elas as seguintes: será que os diamantíferos terão pulmões para se manterem no topo até ao fim ou a sua liderança é apenas uma espécie de fogo de artifício?

Por aquilo que conhecemos da equipa diamantífera, e tendo em consideração a modéstia do seu presidente nas recentes declarações à imprensa, a equipa não está a lutar para o título.Ainda faltam 18 jornadas para o fim do Campeonato, por isso as equipas ainda podem ganhar ou perder muitos pontos.

Além disso, a segunda volta é totalmente diferente da primeira, pois nesta fase do campeonato, em qualquer parte do mundo, redobram-se esforços na luta pelo título e pela não despromoção. Todos estes pormenores influirão no comportamento das equipas e serão determinantes para a conquista do ceptro, a permanência ou a descida de divisão.

Mas pela forma em que o diamante lunda está a brilhar neste campeonato, só o tempo nos dirá se de facto se trata apenas de fogo de artifício ou não.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »