Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Futebol Feminino

25 de Junho, 2015
Estimados amantes do futebol, termino a contribuição que durante vários artigos de reflexão / opinião escrevi. Espero que a minha ajuda tenha sido preciosa.
Apesar de algumas iniciativas esporádicas, nos anos recentes, o Futebol feminino é ainda inexplorado e constitui uma oportunidade para a modalidade em Angola.

O Plano de Desenvolvimento de Futebol pressagia um projecto pretendido a explorar o potencial de integrar verticalmente a nossa preferência ao Futebol feminino especificamente a partir de sub-15 (escolar), sub-17, sub-20 e honras. Neste processo pode estar incluído o projecto “ Vamos jogar a qualquer hora” que especificamente pode beneficiar as raparigas dos 12 aos 16 anos de idade.

Objectivos
-A “Organização / Estrutura” deve criar condições para garantir que todas as meninas, raparigas e senhoras tenham a possibilidade de praticar a modalidade.
-A “Organização / Estrutura” deve coordenar a introdução formal do programa de Futebol “ Vamos Jogar a qualquer hora” aos clubes.
-A “Organização / Estrutura” previne através dos CNT e CNE a protecção de todas atletas descobertas para a progressão e desenvolvimento.
-A “Organização / Estrutura” dentro do programa de formação deve incluir a participação feminina em áreas do treinos, da gestão e da arbitragem.

Futsal.
O Futsal, como um segmento do futebol, faz parte de um dos motivos a ter em atenção no PIDEFA, porquanto o jogo de 7vs7, 5vs5 é parte de processos que levam à melhoria de algumas qualidades importantes no conceito do futebol moderno, citando apenas duas: a técnica e a resistência especifica. É assim que a “Organização / Estrutura” pode dar uma atenção a este aspecto trabalhando em conjunto para a expansão da modalidade.
Objectivos
-A “Organização / Estrutura” deve trabalhar com a FAFUSA para garantir que o Futsal mantenha os níveis de crescimento que tem tido nos últimos tempos
-A , “Organização / Estrutura” deve pôr à disposição da FAFUSA o MNT no capítulo ligado ao futebol de 7 e 5 de forma a proporcionar aos técnicos apoio metodológico.
-A “Organização / Estrutura” deve pôr também à disposição da FAFUSA dentro do PPDT a possibilidade dos jovens talentos trabalharem nos CNTs, CNEs e também a utilização das quadras que devem estar incluídas nesses centros para o processo regular de treinos.
Centros de Treinos Nacionais.

Os CNT e CNE são estruturas criadas pelo Estado angolano através do Governo para servir o PIDEFA. Essas estruturas devem ser vectores para o desenvolvimento do futebol angolano em particular e do desporto em geral.Nesses Centros podem estar os jogadores/jogadoras talentosos que vão cumprir um processo de treinos integral para o aumento de todas as suas qualidades através de processos científicos fiáveis que os podem levar a atingir a alta competição.

A forma de administração pode decorrer de protocolos que a “Organização / Estrutura” venha a assinar com as estruturas do Governo e entidades privadas com destaque de entre outros os Ministérios de Administração do Território, da Juventude e Desportos, a Educação, da Saúde, Da Família e Promoção da Mulher, Universidades e do poder local.
Participação das estrelas.

Um aspecto fundamental, no desenvolvimento da relação de um jogador jovem com o jogo, é a disponibilidade de ex-praticantes acessíveis, credíveis (particularmente entre semelhantes), atraentes, com o qual os jovens possam lidar e imitar.

A “Organização / Estrutura” deve empreender bastantes esforços para agrupar estes "jogadores modelos" para pô-los à disposição das escolinhas, academias, escolas do ensino regulares, clubes e até mesmo nas selecções jovens como forma destes tomarem contactos com os seus ídolos desportivos.
Tarefas e Responsabilidades.

Para implementação deste plano, a "Organização / Estrutura" deve criar um órgão dentro da sua estrutura ( por ex. Gabinete para Estratégia de Desenvolvimento e Formação) para responsabilizar-se da aplicação prática do PIDEFA. O PIDEFA sendo da responsabilidade primária da “Organização / Estrutura” que deve ter claramente de definir e articular as tarefas e responsabilidades de todos os órgãos envolvidos, é um programa do Estado através do Governo, portanto, a criação de infra-estruturas faz parte do programa do Governo.

As Associações Provinciais e clubes devem ser os principais beneficiários deste plano e por isso, jogarem um papel dianteiro com iniciativas que possam sensibilizar e consciencializar sobre o mesmo.

Pode também jogar um papel de relevo, a comunicação social, que através do PIDEFA venha a tornar-se num parceiro privilegiado através da sua força mobilizadora de informação.

(*) TREINADOR DE FUTEBOL
ZECA AMARAL (*)

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »