Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Gostos em Agosto

23 de Agosto, 2013
Angola está no “palco” do Afrobasket por direito próprio, para reaver um lugar perdido e mostrar que tem jogadores de classe, capazes de suarem as camisolas por um objectivo nobre.

Uma vitória da selecção a todos enobrece, alegra os nossos corações e torna-nos mais fortes. Com união e perseverança somos insuperáveis. Foi assim ao longo de todo este tempo em que ampliámos o domínio em África com triunfos sucessivos em qualquer “palco” do continente africano.

Agosto é mês de muitos “gostos” e no palco do Afrobasket os angolanos procuram mais um triunfo para unir a Nação. Mesmo assim, não se pense que tudo será um mar de rosas. A selecção nacional tem obstáculos para transpor durante toda essa caminhada. Para isso, tem de fazer jus em cada jornada ao seu estatuto de candidato e ao peso dos seus galões que resplandecem debaixo dos sóis de Abidjan.

Neste Agosto, os Palancas Negras podem criar bases para “desfilar”, pela segunda vez, na segunda competição da CAF a nível de seleccões. No Índico, e diante da congénere moçambicana, Angola joga no fim-de-semana uma cartada que pode definir, desde já, o seu apuramento para a fase final do CHAN, que a África do Sul alberga no próximo ano.

Os angolanos há muito que perderam o “comboio” para o mundial que “falará” português em 2014. “Desfilar” no CHAN pode servir para aliviar as dores da ausência na maior competição futebolística do Mundo.

Os Palancas Negras têm responsabilidades no CHAN. Na primeira edição, no Sudão, foram finalistas vencidos, e isso ajudará, certamente, os nossos jogadores, quando enfrentarem os Mambas para o início da derradeira eliminatória.

Agosto tem é o mês do hóquei em patins. Tudo porque a Taça Zé Du reúne, anualmente, alguns dos melhores executantes do Mundo no nosso país, a exemplo do que sucede agora, em Malange, com a realização de mais um torneio internacional, e que este ano tem o condão de servir de antecâmara para o mundial que em Setembro decorre nas cidades de Luanda e do Namibe, tornando Angola na capital da modalidade pela primeira vez.
Fontes Pereira

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »