Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Imitadores de Messi

18 de Julho, 2017
Por imitação, bem ou mal, Deco e Eto´o são alcunhas de dois jogadores da nossa terra que nesta época estão ao serviço da pequena equipa do JGM do Huambo, no Girabola. E vejam só... há um outro, no Santa Ritá de Cássia do Uige, a ser chamado por Messi, portanto, um \"xará\" daquele baixinho do grande Barcelona .Eu acho que qualquer pessoa, qualquer jogador, como disse-me há dias o meu amigo David Eduardo, alto funcionário da Polícia... ou assumem estas alcunhas sozinho ou então impostas pelos amigos ao jogarem à bola no bairro, por colegas na escola ou clubes.

A \"maka\" é que no Girabola os imitadores aceitam aparecer com estes nomes ou alcunhas, mas, no \"terreno do jogo\", muitas vezes, não fazem o que os verdadeiros craques fazem quando deslumbram-nos em grande lá na Europa, como o \"grande senhor da bola\" chamado Messi, do Barcelona, o tal clube onde também já brilhou um nosso \"irmão africano\", nomeadamente, o camaronês Samuel Eto´o.

Eu respeito, e aliás é livre: é soberano a uma pessoa, a um jogar... querer ser ou seguir as pegadas de quem admira! É de sua justiça estar no encalço de famosos craques, sendo seus \"ídolos\", para também emergirem nas nossas equipas com a responsabilidade de quem de facto é craque.

Porque quando isso não acontece suscitam gargalhadas estridentes dos adeptos que os vêem sem jeito para a arte de bem jogar; sem dribles; sem saberem desmarcar; sem matar a bola com a cabeça, com os pés, o peito, enfim...sem jeito para o golo!

É preciso saber que o verdadeiro Messi, baixinho que veio ao mundo naquele dia 24 de Junho de 1987 lá na cidade de Rosário (Argentina), já surgiu com as \"qualidades natas\" de avançado fogoso. E não é por acaso que, pelos bons \"estragos\" que fez e continua a fazer, seja hoje por hoje comparado a jogadores de celebridade eterna como Maradona Pelé, Di Stefano, Puskás ou Cruiff.

É complicado, por isso, vermos pomposamente um Messi a jogar à moda angolana no Santa Rita de Cássia e ainda por cima sem, ao menos, as qualidades de um craque à dimensão do Girabola. Isso é grave!

O futebol português, até há poucos anos atrás, contou com as maravilhas de um craque de origem brasileira, o Deco, que - e isso não é mentira, meus senhores - tratava a bola por tu.

Há , porém, um Deco nosso, a jogar ,nesta época, no JGM do Huambo. Vi-o no sábado passado a \"facturar\" um golo lindo na vitória (3-0) sobre o Sagrada Esperança, mas, sinceramente... porquê imitar aquele Deco que ajudou a selecção portuguesa a chegar à final do Euro 2004 e às meias-finais do Mundial 2006; a vencer a Taça UEFA e a Liga dos Campeões pelo FC Porto; a ser três vezes campeão nacional até arrumar em grande as sua botas, já aos 35 anos de idade?

No JGM também há um Eto´o. Meteu dois golos na baliza do Sagrada. Técnicamente está a fazer o mesmo que o Samuel Eto\'o que chegou ao Real Madrid em 1997, para depois ter sucesso nas equipas e países onde deixou a sua marca ?

Ninguém tem de concordar comigo, mas o único jogador angolano que imitou nome alheio e teve, mais ou menos, \"fama\" de craque à nossa realidade foi o Zico -de seu nome próprio Fernando Domingos - que brilhou no Petro de Luanda.

É claro que esse Zico não o foi à medida do \"senhor da bola\" Arthur Antunes Coimbra nascido no Rio de Janeiro, 3 de Março de 1953. Porém que deu glórias ao Petro e à selecção nacional. E o mesmo digo de Pedro Cassunga Domingos que passou a chamar-se Fofaná. Lembram-se dele ainda?

De resto, não só é a imitar ou a adoptar nomes de craques de outra \"galáxia\" que um jogador se impõe, salvo raras excepções. Já tivemos, de geração em geração, jogadores que deram nas vistas sem cognomes de \"feras\" estrangeiras. Como Cacharamba, Nelo Bumba, Stopirra, Felito, Amaral Aleixo, Akwá, Janguelito, Dindinho, Lando.

Como Justino Fernandes, Nicola Berardineli, João Machado, Eduardo Laurindo, Daniel Cata, Domingos Inguila, Joaquim Dinis, Carlos Alves, Ndungidi Daniel, Garcia, Napoleão Brandão

Como Salviano, Santinho, Julião Dias, Santo António, Mendinho, Arsénio Túbia, Osvaldo Saturnino”Jesus”, Abel Campos, Chico Dinis, Manuel Loth, Vieira Dias, Santana Carlos, só para citar estes. Isto é mentira ou verdade?
ANTÓNIO FÉLIX

Últimas Opinies

  • 24 de Agosto, 2019

    O amiguismo na resciso

    O assunto de momento no nosso futebol, convenhamos, é sem dúvidas o desenlace entre a Federação Angolana de Futebol (FAF) e o técnico Srdjan Vasiljevic, em face de algumas situações que vinham acontecendo e que originou que se estalasse o verniz.

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os jogadores aguardaram isso dos dirigentes, para que a motivação crescesse

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    O sonho dos grupos

    Após as vitórias extramuros nas deslocações à Tanzânia e ao Lesotho, o 1º de Agosto e Petro têm, neste fim-de-semana, a oportunidade soberana de confirmarem a qualificação para última eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Viemos a público para responder ou esclarecer o que aconteceu.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

Ver todas »