Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Kangamba e o seu fardo

10 de Junho, 2019
Não faltou aviso tão pouco críticas quando o presidente e dono do Kabuscorp do Palanca aventurou-se em contratar o então melhor jogador do mundo, Rivaldo. Fui um dos tais que teceu críticas ao presidente do Kabuscorp do Palanca, porque achei absurda a ideia. Os meus fundamentos assentavam no facto de ser um desperdício de dinheiro. São valores que podiam ser investidos num campo de treino para as camadas jovens daquela formação. Alías, para a própria equipa principal que anda com a casa as costas. Para conquistar o Girabola não era necessário um investimento dessa dimensão. Primeiro porque o prémio por este concedido não paga um terço dos gastos das equipas campeãs.
Segundo, o Kabuscorp do Palanca não tinha preparado nenhuma máquina administrativa capaz de rentabilizar o activo que representava Rivaldo. Ou seja, não tinha um departamento de marketing à altura de recuperar metade do dinheiro investido. E era possível recuperar, bastava que houvesse especialistas a trabalhar. O merchandising podia dar uma parte, assim como campanhas de publicitárias, utilizando a imagem de Rivaldo. Podia haver eventos do estilo palestras de motivação ou partilhas de experiências pagas e outros tantos. Todos estes actos podiam ter pago mais da metade do passe do jogador brasileiro. Talvez o Kabuscorp do Palanca pudesse na prática gastar cento e cinquenta ou algo mais. Mas nunca assumir todos os custos, e ter que pagar agora com a despromoção. A isso chama-se profissionalismo, uma prática que causa muita resistência para os dirigentes do futebol nacional. A emoção é boa mas não serve para uma gestão no qual estão envolvidos pessoas profissionais. Rivaldo é um profissional. Se o Kabuscorp não compreendeu isso então tem razão de estar a pagar este preço caro. Diz já ter pago a dívida mas estará a pagar para alguém elaborar o recurso. E se não for bem sucedido - oxalá que seja - poderá ter outras consequências, tudo isso porque o seu presidente não usou a razão. O clube fica provido de uma infra-estrutura à altura da sua expressão no futebol nacional e fica prejudicado na sua imagem. Que sirva de exemplo. É um fardo. que Bento Kangamba deve carregar só e só. Não há terceiros aos quais se pode assacar responsabilidades. TEIXEIRA CÂNDIDO

Últimas Opinies

  • 19 de Setembro, 2019

    Capitalizar os Capitas

    Está na baila o que adjectivo por “Caso Capita”, que até onde sei envolve a direcção do Clube Desportivo 1º de Agosto, o agente do jogador, a Federação Angolana de Futebol e a família de sangue do referido atleta, que até prova em contrário, ainda está vinculado ao clube militar, que o inscreveu para a presente época futebolística.

    Ler mais »

  • 19 de Setembro, 2019

    Cartas dos Leitores

    Sinto-me bem na província da Lunda-Norte. As pessoas têm sido fantásticas comigo, em todos os aspectos. Têm-me apoiado bastante e, naturalmente, os jogadores, direcção e todos os membros do clube.

    Ler mais »

  • 19 de Setembro, 2019

    Pensamento de Drogba

    Considerando que a vida é feita de sonhos e ambições, é de todo legítimo o pensamento do antigo internacional costa-marfinense Didier Drogba, em traçar como meta das suas ambições, enquanto homem do futebol, a presidência da Federação Costa-marfinense de Futebol.

    Ler mais »

  • 16 de Setembro, 2019

    O lado difcil do marketing desportivo

    "Do jeito que vocês estão a trabalhar, o marketing desportivo em Angola, muito abaixo da linha da cintura, creio que este é o pior momento possível para se apostar no sector”, desabafou um especialista brasileiro, numa conversa mantida recentemente em ambiente reservado, com um pequeno grupo de jovens empreendedores, que "sonham" fazer grandes negócios através do marketing desportivo.

    Ler mais »

  • 16 de Setembro, 2019

    Cartas dos Leitores

    O Sagrada é um clube com carisma, mística e sente-se isso na província, quer no dia-a-dia com os adeptos, quer no contacto com as pessoas.

    Ler mais »

Ver todas »