Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio
por Antnio Felix

O campeo j est a um passo do lder

26 de Maio, 2016
Não estou a inventar nada, falta ainda muito campeonato por se jogar, pode haver muitas surpresas, se calhar até com lances de batota para favorecer esta ou aquela equipa, mas um dado certo, certíssimo mesmo... é que esse grande 1º de Agosto que está à frente do campeonato, aos poucos vai vendo já a sua vantagem de pontos a diminuir, porque o campeão Libolo ontem "varreu" o Desportivo da Huíla, embora só por 1-0, e agora está a um "pontito" apenas de diferença.

O 1º de Agosto tem de estar preocupado com este "encostar nas calmas" do Libolo, porque é uma equipa que quando chega ao topo, dificilmente de lá "descola" , foi a isso que se assistiu em todos os campeonatos que ganhou. Este encurtamento de um pontinho não teria acontecido de o Desportivo da Huíla - que até anda de mãos dadas com o 1º de Agosto - não facilitasse já ontem a tarefa do Libolo, que fez de tudo, mas de tudo mesmo para ganhar como ganhou.

A jogar em casa, costuma-se ver do Libolo um certo cabedal de experiência e desta vez não fugiu à regra. E também a isso o 1º de Agosto deve estar atento com este campeão Recreativo do Libolo que, repito, galvanizado como estava com a vitória (2-0) que já trazia sobre o Sagrada Esperança no dia em que o médio Dário esteve em grande, ontem aproveitou para receber e vencer esse Desportivo da Huíla, em jogo antecipado da 15ª jornada do Girazola Zap.

Com o "assobio" do 1º de Agosto, era intenção clara do Desportivo da Huíla assaltar a sexta posição. Isto é, ganhar para saltar da sétima para a sexta posição, mas, pelo que se assistiu m no relvado da Calulo, a equipa orientada pelo técnico Ivo Traça foi insuficiente no seu futebol. Não manietou todo o ardil técnico e táctico montado pela formação da casa, comandada por Paulo Costa. Contaram-se as vezes que o ataque do Desporto chegou a assustar a defesa e a baliza contrária, a do Libolo portanto.

Significa, em parte, que o Desportivo da Huila não fez bem o trabalho de casa, pois, à saída da derrota ( 1-0) diante do Progresso da Lunda Sul, em Saurimo, ouvi, por exemplo, o técnico Ivo Traça a reconhecer do jogo com o Progresso da Luanda Sul à sua equipa “faltou concentração, os meus jogadores não souberam aproveitar as oportunidades criadas durante o jogo".

Mas enfim, tudo isso constitui preocupação para as equipas que estão atrás do campeão com desejo de subir na classificação - como o Petro de Luanda, Intecrclube, Kabuscorp e Benfica de Luanda, todas elas na "luta" -, mas, sobretudo, para o grande 1º Agosto, que neste momento vê o campeão no seu encalço.

Então não foi o presidente dos agostino, Carlos Hendrick, a dizer, no início da época, que " quem trabalha e investe espera sempre colher os frutos, criámos as condições necessárias para vencermos o campeonato"?

Não foi, ele mesmo, a dizer que "o 1º de Agosto entra em todas as provas, com o objectivo de vencer, respeitando sempre o trabalho das equipas adversárias, há dez anos que não vencemos o campeonato, vamos fazer de tudo para proporcionarmos esta alegria, aos nossos sócios e adeptos do clube" ?

Acho que estes sonhos são bonitos, mas o 1º de Agosto tem de evitar esta "perseguição impiedosa" na classificação, encetada pelo campeão que já está...a um ponto de diferença porque... 28-27= 1.

Eu acho que motivada pela vitória de ontem os jogadores do Recreativo do Libolo estão a olhar já para o próximo adversário, o Porcelana do FC Cuanza Norte com espírito de vitória e um discurso incutido no princípio da época pelo presidente do Recreativo do Libolo, Rui Campos.
Se assim o podemos parafrasear, augurou: “Espero que não aconteça o mesmo desaire do ano passado"....

Não ser como o ano passado significa ir ganhando de jogo a jogo, e modo que este adversário que está à frente, para a décima 14ª jornada, mesmo que seja fora de Calulo só o triunfo interessa, triunfo que deve acontecer, pois, claro como o trabalho a fazer. Os dados na tabela dão uma teórica vantagem ao Libolo, que saindo de casa em sete ocasiões, já "amealhou" duas vitórias, três empates e apenas uma derrota, oito golos marcados e igual número sofridos.

O Porcelana, recebendo visitantes em casa, já anotou três derrotas, está-se agora para ver como vai se comportar diante do campeão, na quarta visita. Tem de ter cuidado com esse Libolo que ao que parece, desde que ficou pelo caminho na Liga dos Clubes Campeões, ao perder por 2-0, diante do Al Ahly do Egipto...aumentou a sua avidez para as vitórias.





Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »