Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

O jogo de Calulo

17 de Agosto, 2016
O fim de semana que se avizinha reserva o clássico entre Recreativo do Libolo-1º de Agosto, referente à 22ª jornada do campeonato nacional de futebol da primeira divisão. O mesmo está rodeado de enorme expectativa, estando inclusive as sessões de treinos dos dois emblemas a serem acompanhados com grande entusiasmo, atraindo mais assistência, mesmo sem acesso directo ao recinto, que alguns jogos oficiais.

A explicação é simples: trata-se do jogo que bem ou mal poderá decidir a questão da liderança da prova e em última instância até do título da prova. Afinal vai envolver em confronto directo as duas equipas que se apresentam como as mais declaradas candidatas à conquista do título, colocadas em termos classificativos em primeiro e segundo lugares.

Na verdade, mesmo que algumas mentes se recusem a acreditar que o jogo é decisivo, em face de restarem ainda muitas jornadas por jogar, o seu desfecho pode daixar claras indicações de como é que as coisas poderão se arrumar classificativamente no fim do torneio. Desde já, a equipa local tem uma soberana ocasião de acertar a sua classificação, assim como o 1º de Agosto tem a ocasião de se isolar na liderança.

O campeão nacional precisa de somar os três pontos em casa como condição para igualar os militares na pontuação. Atingido este objectivo a gestão do resto da prova estará melhor orientada. Já os três pontos ao 1º de Agosto alargariam a vantagem pontual para seis, o que dito de outro modo seria meio caminho andado para a consagração.

Por tudo isso, trata-se de um jogo de suma importância. As duas equipas desenvolvem um trabalho de preparação intensivo, ante a necessidade de atingirem os níveis de rendimento a altura das obrigações da contenda. Nos últimos jogos os militares não têm estado muito bem e precisam aparecer em Calulo com uma melhor postura.

De resto, na deslocação a Saurimo, onde perderam com o Progresso local, bem como na recepção ao Recreativo da Caala a equipa esteve uns furos a baixo do seu nível. Mesmo a vitória na jornada passada foi arrancada a custa de muito esforço, pois em alguns momentos a equipa do Huambo apareceu melhor no jogo.

Como se sabe os militares não têm estado a ser bem sucedidos neste segundo turno do campeonato. Só assim se explica que a larga vantagem pontual que tinham sobre as outras equipas durante a primeira volta tenha reduzido substancialmente. E só não foram ainda relegados à segunda posição porque o Libolo também não tem sabido tirar proveito dos deslizes deste.

Quanto à equipa de casa, esta não espera outra coisa que não seja a vitória, como condição para igualar o adversário na liderança da prova. O empate nem entra nas contas dos homens de Calulo. Por este andar esta dito, que o jogo será do tudo ou nada para as duas equipas. Vamos aguardar..

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »