Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Oito "invasores" detidos pela Polcia

17 de Setembro, 2018
Um jovem foi evacuado para uma das unidades hospitalares e, pelo menos, oito adeptos detidos pela Polícia Nacional, são os casos reportados pela Polícia Nacional no final do jogo entre o 1º de Agosto e o TP Mazembe, da RDC, referente à primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol, disputado sábado, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda.
Caracterizado por uma enchente de quase lotação da infra-estrutura, o estádio comporta 50 mil espectadores sentados e, segundo o corpo de bombeiros destacados no local, um cidadão, supostamente em estado de embriagues, caiu no primeiro anel das bancadas. Embora transportado para o hospital, o estado do acidentado não era de gravidade, garantiram as mesmas fontes à Angop, no local.
Quanto aos detidos, deveu-se as entradas ao recinto de jogo (relvado), antes do início do desafio, em que alguns sacudiam as redes das balizas, obrigando a pronta intervenção do pessoal de segurança e efectivos da Polícia Nacional, para os retirarem e conduzirem aos respectivos sectores na parte exterior do estádio.
Sobre os insurrectos, o “ponta pé de saída” foi dado por aficionados dos caseiros, seguindo-se ao dos visitantes, que certamente foram incapazes de conter as emoções do futebol, talvez pelo carisma das equipas envolvidas no embate, no caso o 1º de Agosto e o TP Mazembe.
Após os incidentes, os artistas da bola entram em campo, para o gáudio e aplausos por parte da assistência. Assim, trajados predominantemente com as cores vermelho e preto (1º de Agosto), branco e preto (Mazembe), apenas os cânticos e apupos se fazia ouvir. Mesmo em minoria, situados num dos lados das bancadas, os adeptos congoleses não se coibiam de puxar pela sua equipa, que era contrariada fortemente pelo dos seus opositores. Assim era a festa do desporto rei, em que os “súbditos” incentivavam os seus heróis.

Últimas Opinies

  • 09 de Dezembro, 2019

    Ruben chegou, viu e permaneceu

    O técnico argentino Rúben Garcia é o técncio estrangeiro que mais tempo esteve no  Girabola.. Desembarcou em 1982 para estar ao serviço do  1º de Maio de Benguela, para, depois,  orientar a  Académica do Lobito, FC.

    Ler mais »

  • 09 de Dezembro, 2019

    Do amor ideologia, devoo ao dinheiro

    Ler mais »

  • 09 de Dezembro, 2019

    Prova influenciou a media desportiva

    O “Girabola”, pode-se agora afirmar, influenciou sobremaneira a formação da Redacção Desportiva da RNA. Aquele mencionado quinteto de radialistas havia-se tornado insuficiente para a demanda, sobretudo a partida dos dois últimos.

    Ler mais »

  • 09 de Dezembro, 2019

    Notas da Histria do nosso futebol

    A história oficial do futebol angolano teria de  começar pelas décadas de 1920-30-40, porém, vamos aqui cingir-nos ao tempo de Angola já independente. E não se iria festejar a independência sem se jogar à bola; seria incaracterístico de um povo amante do futebol.

    Ler mais »

  • 09 de Dezembro, 2019

    Arbitragem de poca em poca

    A história do Campeonato Angolano de Futebol, Girabola, como também é conhecido, é repleta de factos curiosos em termos de arbitragem. O campeonato é considerado por muitos especialistas do futebol, como um dos mais disputado do nosso Continente, o que é diferente de ser o melhor.

    Ler mais »

Ver todas »