Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Presidente d exemplo

03 de Setembro, 2015
O facto de o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, ter convivido, nas comemorações do seu 73º aniversário natalício, assinalado à 28 do mês passado, com as crianças e adolescentes, na Academia de Futebol de Angola (AFA), da qual é o Patrono, longe de uma boa notícia, deve inferir maior responsabilidade e acutilância dos responsáveis ligados a essa área.Trata-se de um bom exercício que deve ser seguido pelos demais elementos ligados ao desenvolvimento desportivo, em particular ao futebol, que no âmbito da pirâmide desportiva, deve ser alvo de mais atenção e maior apoio, que reconheça-se, nem sempre acontece.

Não obstante começar haver algum apoio e dinamismo no que concerne a massificação e desenvolvimento do futebol nas camadas de formação, com surgimento de algumas academias, escolas e núcleos vocacionados para o efeito, os organismos de direito devem, das mais variadas formas, fazer com que os clubes, principalmente os federados, integrem nos seus organigramas, a vertente dos escalões etários. A articulação e desenvolvimento de políticas que devem ser materializadas em colaboração com a área do Ministério da Educação, que chama a si a responsabilidade do desporto escolar, é outro assunto que deve constituir preocupação perante dos organismos competentes.

Um dos factores que tem estado na base do fraco desempenho que a selecção principal, na maioria das competições em que participa, está ligado aos projectos que são elaborados a partir da base.Na senda da preocupação do Chefe de Estado, que no passado foi um exímio futebolista, e para que os objectivos sejam alcançados, é necessário que no futebol, fundamentalmente no que diz respeito aos escalões de formação, sejam elaborados projectos temporais que visem o seu desenvolvimento.

A área de fiscalização e controlo da federação angolana da modalidade, deve ser mais actuante, quanto ao futebol jovem nos clubes, principalmente os que actuam no Girabola e na Segundona. A colocação de quadros com formação específica para tal, assim como a criação de condições adequadas para o treinamento (infra-estruturas e material desportivo), são outros aspectos que não devem ser descurados. À excepção de Luanda (o principal centro de desenvolvimento do futebol) Benguela, Huambo e Huíla (começam a dar os primeiros passos), o quadro nas demais parcelas do país, apresenta-se desolador.

Os treinos e competições oficiais, dos infantis, iniciados, juvenis e juniores, são efectuados em campos pelados em vez de arrelvados, com os atletas desprovidos de equipamentos adequados, sem o acompanhamento de equipas de arbitragem e o acompanhamento de membros das associações provinciais da modalidade. Os seus principais mentores, a escala nacional, não são tidos e nem achados, sempre que se discute o futebol jovem.
Leonel Libório

Últimas Opinies

  • 18 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Temos de nos preparar bem para o jogo que será decisivo e estou convicto que iremos fazer este trabalho em conjunto, não temos muito tempo, agurada-nos um trabalho sério contra uma selecção que perdeu todas as partidas.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    L se foi o sonho...

    O Petro de Luanda, até ontem o único sobrevivente angolano nas Afrotaças, não conseguiu evitar a derrota frente ao Gor Mahia FC do Quénia, em Nairobi, num jogo em que estava “condenado” a não desperdiçar, na totalidade, os pontos em discussão.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Os estreantes e o ritual de integrao

    Igor Vetokele regressa aos Palancas Negras, depois de muito tempo.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Eu já vi três vezes o jogo, muito sinceramente deu para ver alguma coisa na atitude e reacção de certos jogadores.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Operao Botswana

    A Selecção Nacional de futebol em honras concentra-se amanhã, a noite, tendo em vista a derradeira jornada do Grupo I da campanha para o Campeonato Africanos das Nações deste ano, a decorrer entre 21 de Junho e 19 de Julho no Egipto.

    Ler mais »

Ver todas »