Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

PRI mais prximo da revalidao

26 de Outubro, 2017
O 1º de Agosto poderá sagrar-se, no próximo domingo, em jogo da 29ª e penúltima jornada do Girabola, campeão nacional, caso vença o cada vez mais apreensivo ASA.
O triunfo diante do Progresso da Lunda Sul, no estádio 11 de Novembro, por duas bolas a uma, domingo passado, para a 28ª jornada, escancarou as portas para a equipa do rio seco inscrever o seu nome, pela 11ª vez na galeria dos campeões nacionais.
Esta é a pura verdade, porque o conjunto do rio seco tem três pontos de vantagem sobre o seu principal concorrente, no caso o Petro de Luanda, que ficou ainda mais longe de impedir a consagração do seu eterno rival, ao perder, na ronda anterior, no Dundo, diante do Sagrada Esperança.
Mesmo sem deslumbrar, temos de ser realistas, o conjunto militar manteve sempre a sua regularidade, colocando em sentido todos os seus principais opositores na corrida ao título. Os 62 pontos (contra 59 do Petro de Luanda) alcançados até aqui, fruto de 18 vitórias, 8 empates e apenas 2 derrotas falam por si.
Para além dos três pontos de vantagem, o 1º de Agosto beneficia ainda da vantagem dos jogos entre si (uma vitória e um empate). Isso significa dizer que aos militares só resta vencer o confronto do próximo fim-de-semana, diante do conjunto do aeroporto, para levantar o troféu.
A acontecer, o jogo contra o Kabuscorp, para a derradeira jornada, será apenas para cumprir calendário.
Contudo, não serão favas contadas para a equipa do rio seco, porque o seu adversário, o ASA, trava uma luta titânica para evitar a despromoção. Aliado ao facto de ser um clássico do futebol nacional, onde os resultados nem sempre vão de acordo com o potencial e favoritismo desta ou daquela equipa. Jogos onde tudo pode acontecer.
Face ao desiderato que estará em jogo, conquista do titulo e fuga à despromoção, a visita do 1º de Agosto ao reduto do ASA, estádio dos Coqueiros, vai proporcionar aos adeptos (a maioria, certamente, será da equipa do rio seco) que se deslocarem ao recinto uma tarde de emoções sem paralelo.
Entre o dever de apoiar a sua equipa a conquistar os três pontos, o único propósito que a poderá levar a revalidação do título,os adeptos do 1º de Agosto tudo farão para lotar o estádio dos Coqueiros.
Contudo, terão de ter em conta que o ASA tudo vai fazer para contrariar os desejos dos militares. Uma derrota poderá perigar, infelizmente, diga-se, a continuidade da equipa do aeroporto na alta roda do futebol nacional, onde é, a par do seu adversário, totalista.
Para que a surpresa não aconteça e deixe tudo a perder, o jogo terá de ser encarado, pelos jogadores, equipa técnica, dirigentes e adeptos, com muita seriedade e cautela. Todos devem estar sensibilizados que o único resultado que os poderá levar a conquista do título antecipado é a vitória.
Que para a materialização deste desiderato apenas dependem de si. Aliás, desde o início do Girabola, o 1º de Agosto nunca considerou os resultados dos seus adversários. O aceitar jogar durante os compromissos dos Palancas Negras, quando deveria parar devido ao número de jogadores convocados, é a prova mais eloquente.
Vai ser, como todos imaginam, uma jornada épica, esta que nos espera este domingo, com a demanda do título, onde o 1º de Agosto poderá fazer a festa. Mas para isso, como já frisei mais acima, terá de vencer o ASA. Se empatar ou perder, tudo ficará adiado para a última jornada. A não ser que o Santa Rita de Cássia “deia uma mão” a equipa do rio seco.
A vida tem destas coisas! Enquanto uns lutam para festejar, outros lutam para sobreviver e outros até mesmo para não chorar, como a Académica do Lobito (27), Progresso da Lunda Sul (26), ASA (26) e JGM (24), quarteto do qual sairão os dois acompanhantes do Santa Rita de Cássia na descida de divisão.
Nesta 29ª e penúltima jornada do Girabola, há equipas que poderão estampar a sua despromoção. Progresso da Lunda Sul (26) e Académica do Lobito (27) têm no próximo domingo, no desafio entre ambas, uma cartada decisiva quanto a continuidade no principal campeonato do país, uma vez que estão abaixo da linha de água e quando restam apenas duas jornadas para o fim.
As portas poderão fechar, já nesta jornada, para alguma das quatro equipas referidas. O facto de todos os jogos serem disputados no mesma dia (domingo) e a mesma hora (15) poderá atiçar ainda mais o ambiente de festa, para quem luta pelo título, e de tristeza para quem pretende evitar a despromoção.
POLICARPO DA ROSA

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »