Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Pronunciamentos pblicos volta do seleccionador

07 de Janeiro, 2016
As informações provenientes da Federação Angolana de Futebol (FAF), depois dos pronunciamentos do presidente da instituição, Pedro Neto, no decorrer de um programa televisivo, em Luanda, sobre a suspensão do seleccionador nacional “A”, Romeu Filemon, apontam para o fim do vínculo contratual entre as duas partes.

Noves fora o modelo de gestão da actual direcção, algumas pessoas continuam a interrogar-se sobre as declarações de Pedro Neto, segundo as quais, numa determinada altura, tinha comunicado ao seleccionador nacional para não falar em salários, durante os “próximos dez meses”, depois de Romeu Filemon, como chefe de família, ter reivindicado o pagamento dos seus honorários que chegaram a nove meses.

O principal rosto da FAF, anunciou na altura, que Romeu Filemon cujo contrato termina no fim do corrente mês, tem os salários pagos até Setembro.
A somar a isso, sobram informações de que a FAF que precisa do equivalente em Kwanzas de 90 mil dólares americanos /mês, para pagar salários aos seus trabalhadores, além de ter alguns em atraso, tem “muita gente que não trabalha”.

Entretanto, ainda não está claro, como a FAF vai amparar os seus próprios cofres, mesmo com dinheiro proveniente de outras fontes.
O processo de pagamento a Romeu Filemon, que para o caso de não chega a acordo para a renovação do contrato, termina o vínculo laboral, no fim do corrente mês.

Contratado para atingir com os Palancas Negras as fases finais do Campeonato Africano da Nações (CAN) -2017, no Sudão, Mundial-2016 (Rússia) e CHAN-2016 (Sudão), Romeu Filemon não alcançou o objectivo relacionado com a maior competição mundial, para o “Africano” a selecção angolana defronta em Março a congénere do Congo Democrático, para a última eliminatória de acesso, à zona África.

O processo de suspensão, pelo que nos é dado a observar, independentemente de algumas nuances que violam o seu objectivo (como pronunciamentos públicos antes da conclusão), está a ser conduzido num quadro desprovido de qualquer coerção, algo que se alega em alguns meios futebolísticos nacionais.

Diz-se, que isto deriva de questões eleitoralistas, tendo em conta que o actual elenco federativo cessa funções no corrente ano, no quadro do ciclo olímpico.

Uma direcção da FAF, segundo informações disponíveis, não obstante no actual e em anteriores mandatos, seleccionadores nacionais e outros quadros estiveram muito tempo sem receber os seus salários, vai acabar por arcar com o processo de pagamento dos salários em tempo oportuno, antes do prazo estipulado para o fim do vínculo contratual que liga Romeu Filemon à Federação Angolana de Futebol.

Até concretizar o pagamento dos salários do ainda seleccionador nacional, algo que se prevê acontecer até ao final do corrente mês, a FAF vai ter de arranjar fórmulas para pagar uma das suas mais avultadas facturas, que se traduz no pagamento dos salários de dois seleccionadores adjuntos.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »