Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Renovar comea hoje

16 de Dezembro, 2019
O País esperou muitos anos, para voltar a ter e ver selecções jovens, à altura. Os Sub-17 e os Sub-20, hoje, já são capazes de prender a atenção dos angolanos, graças ao bom trabalho dos clubes. Estes e os clubes merecem todas as referências, pela seriedade e qualidade desse trabalho. Os resultados estão aí. É chegada, então, a hora da Federação Angolana de Futebol pôr as suas mãos, como deve ser. Ou seja, está visto que os jovens têm qualidades para escalar outros patamares, impõe-se que se lhes dêem jogos, muitos jogos mesmos, de preferência internacionais. A ida ao torneio da Taça Cosafa foi um passo, de agora em diante, a Federação Angolana de Futebol devia “farejar” torneios internacionais, na Europa, em particular. Sabe-se que não é fácil arrancar apoios financeiros, numa altura em que toda gente grita, devido às dificuldades. Há, ainda assim, no meio desse vale de choros, quem possa abrir a mão. Essas duas selecções são a base da equipa principal, dentro de quarto anos, por isso, todo o esforço que se fizer hoje, terá recuperações positivas, na altura em que se precisar dessas equipas. É, assim, que se fazem renovações das selecções, de forma estruturada e programada. Essas selecções não se lhes devia deixar ficar seis meses sem competição. Se a Federação Angolana de Futebol for capaz de proporcionar esta possibilidade e abandonar a carreira de despedir seleccionadores, por nada, o futebol nacional pode voltar a dar alegrias aos seus angolanos. No futebol, hoje, mais do que em qualquer outra altura, tudo se trabalha. E, o trabalho deve ser estruturado. Já não se ganha, por magia, como se supunha dantes. Teixeira Cândido

Últimas Opinies

  • 07 de Abril, 2021

    Ida ao Mundial marcou o futebol

    Em 2018, a nossa selecção de futebol adaptado trouxe-nos o primeiro troféu de cariz Mundial, ao vencer o campeonato do Mundo.

    Ler mais »

  • 07 de Abril, 2021

    Ganhos que podem ir ao ralo

    A circulação de pessoas e bens, apesar das dificuldades das estradas, faz-se com segurança.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um toque ao desenvolvimento

    O país comemorou ontem mais um ano de paz. Foi a 4 de Abril de 2002 que a Nação angolana presenciou a cerimónia que marcou o fim de um período de guerra que deixou inúmeras cicatrizes.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Os ganhos da nossa vaidade

    Ao assinalarmos 19 anos, desde que o país começou a desfrutar do alívio que só a paz proporciona, não há como não reconhecer os ganhos havidos no sector desportivo neste lapso de tempo.

    Ler mais »

  • 05 de Abril, 2021

    Um retrocesso em alguns casos

    O desporto foi o grande embaixador do país, algumas modalidades assumiram-se como verdadeiros porta-estandartes, dado os feitos protagonizados por algumas selecções nacionais.

    Ler mais »

Ver todas »