Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio
por Antnio Felix

Ruben chegou, viu e permaneceu

09 de Dezembro, 2019
O técnico argentino Rúben Garcia é o técncio estrangeiro que mais tempo esteve no Girabola.. Desembarcou em 1982 para estar ao serviço do 1º de Maio de Benguela, para, depois, orientar a Académica do Lobito, FC. Clube de Cabinda, Ferroviário da Huíla, Sporting de Cabinda, Desportivo da Cuca e o Recreativo da Caála.
Embora nunca tenha logrado o título de campeão nacional, o técnico, em entrevista recente para o Jornal de Angola e Desportos, afirmou, orgulhosamente, que \"aqui sinto-me bem, daqui já não saio. Os angolanos adoptaram-me \".
Contou que o convite para vir a Angola, isto é, deixar Portugal, fora-lhe feito pelo Dr. Pascoal Luvualo, na altura dirigente máximo da União dos Trabalhadores de Angola, UNTA.
\" Ele tinha recomendações sobre mim, passadas pelo professor Mário Imbeloni, um argentino que treinou o Sporting de Luanda\", contou.
Foi, para si, um momento de grande ansiedade . \"Tivemos negociações simples e rápidas, pois, a missão era vir orientar o 1º de Maio de Benguela, clube que representava o emblema da UNTA\", velou.
O argentino, sem evasivas, sublinhou que tinha pouco conhecimento da realidade futebolística em Angola., a não ser dos jogadores que, na época colonial, partiram para a metrópole lusa, como o recentemente falecido falou do antigo craque Cavunge, lembrou Lito e outros.
O conhecimento político do país, tinha-o unicamente dos noticiários da imprensa portuguesa, com todo o dramatismo exacerbado com que era pintada a guerra civil angolana.
\"Este quadro que esfrangalhou o país não me inibiu. Não me demoveu o sonho\", sublinhou e . explicou porquê: \" Na verdade, não tinha o quadro concreto, mas tomei a decisão porque sabia que podia ajudar um país disposto a desenvolver o seu futebol. Tive uma recepção carinhosa e amável, por parte dos dirigentes da UNTA. Entre eles, destaco o senhor Galvão Branco. Na altura era, também, um dirigente da organização\"., lembrou.

Últimas Opinies

  • 20 de Janeiro, 2020

    Deixem a Marximina regressar

    Olhei para o tempo que já passou desde a suspensão da árbitra Marximina Bernardo, acabou penalizada pela Federação Angolana de Futebol (FAF), sobretudo porque, em minha opinião, este órgão hesita em não condescender exagerada decisão que então tomou, quando para “homens do apito” as punições quase que sabem a flores.

    Ler mais »

  • 20 de Janeiro, 2020

    Cartas dos Leitores

    O orçamento não varia muito dos anos anteriores. Podemos dizer que é ligeiramente superior a dois milhões de dólares por ano. Este é o valor que temos consagrado para o Sagrada Esperança.

    Ler mais »

  • 20 de Janeiro, 2020

    Regatas para Tquio

    Marcado por aceso despique, o Campeonato Africano de Vela nas classes 420 e 470, realizado de 13 a 18 do corrente mês na Contra-Costa da Ilha do Cabo, em Luanda, confirmou mais uma qualificação de Angola à maior montra desportiva do globo.

    Ler mais »

  • 18 de Janeiro, 2020

    Welwitschias voltam a dar o ar da sua graa

    Depois da “travessia do deserto” por que passou nos últimos tempos, obrigando a ficar inactiva, a Selecção Nacional de Futebol feminina pode testemunhar um novo ciclo no ano que dá ainda os seus primeiros passos.

    Ler mais »

  • 18 de Janeiro, 2020

    Futebol feminino busca resgate da mstica

    Já houve tempos que o futebol feminino era de facto uma festa cá entre nós, pois inflamava paixões e, de facto arrastava multidões.

    Ler mais »

Ver todas »