Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Umas dicas para o DAgosto

13 de Outubro, 2018
Eu tenho uma dica, para o nosso 1º de Agosto aproveitar, antes mesmo de ir a Túnis (Tunísia), defrontar lá um velho \"carrasco seu\", este chamado Esperance, para a segunda mão das meias finais da Liga dos Campeões: o técnico daquela equipa, que dá pelo nome de Khaled Ben Yahia, está, com alguns dos seus jogadores, em maus lençóis. A sorte deles vai até às meias-finais e, por esta razão, estão pressionados!
Pelo que eu li da imprensa tunisina na \"net\", sabe-se que, nos bastidores do clube, comenta-se...que o téncio Khaled Ben Yahia não está em casa com um desempenho \"cor-de-rosa\". Isto é, não está a ser brilhante.
E por esta razão, a atmosfera dentro do clube não é boa por causa dos últimos maus resultados da equipa. Sabe-se que tudo estava a ir bem após a qualificação para as meias-finais da Liga dos Campeões.
Com a qualificação, os adeptos, sócios e dirigentes da equipa esperavam que o técnico Khaled Ben Yahia e os seus jogadores garantissem melhor prestação e sucesso na Liga Tunisina ( e não apenas na Liga dos Campeões). Um recente empate na prova interna diante do Stade Tunisien dilatou o descontentamento porque a equipa não preservou a vantagem no \"placard\".
Jogadores como Maher Besseghaier, Adem Rejaibi, Saâd Bguir e outros que, ao que diz na imprensa, em Tunis, ainda estão a lutar para redescobrir as suas boas formas. São chamados à atenção para suarem melhor camisola do Esperance de Tunis.
Tal requer, lê-se isso criticamente na imprensa local, uma higiene de vida exemplar e um retorno constante aos treinos e aos dias de jogo. Mas o que se tem visto durante os jogos, como aconteceu diante ou contra o Stade Tunisien, são jogadores que estão longe de ter a capacidade mental de competir ao mais alto nível como habituaram.
O técnico Khaled Ben Yahia é, sem dúvida, o grande responsável pelo \"mau desempenho interno\" recente da equipa, como titubeante está na Liga dos Campeões. Tem sim o mérito de ter dado a todos os jogadores a possibilidade, sem excepção, mas - comenta-se igualmente - ele não deveria ter feito tantas mudanças no jogo contra o Stade Tunisien.
Jogadores alinhados mostraram que eles não são mentalmente suficientes para acompanhar a dinâmica dos jogos a doer.
São estes, em minha opinião, \"dados\" que o 1º de Agosto, nosso embaixador, deve anotar, para tirar vantagem do mau desempenho registado do Esperance frente ao tal do Stade Tunisien.
Se assim acontecer, terei a certeza de que, afinal de contas, o 1º de Agosto está a encarar mesmo a qualificação/ presença na final da Liga dos Campeões ,acima de tudo, como um \"caso masculino\". Pegar ou largar depois da derrota (1-0) imposta ao Esperance no jogo da primeira mão em Luanda.
ANTÓNIO FÉLIX

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »