Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

A caminho do ttulo

31 de Julho, 2014
O Recreativo do Libolo mantém-se de pedra e cal na liderança do Girabola. A 10 jornadas do término do campeonato, a equipa de Calulo aproxima-se cada vez mais do grande objectivo que é a conquista do título. Jornada após jornada revela consistência e segurança no caminho em direcção ao terceiro título do seu historial.No comando do campeonato desde a oitava jornada, o Recreativo do Libolo mostra que é um forte candidato apesar de continuar a ter a pressão de pelo menos duas equipas na luta do título. Mas a actual diferença de oito pontos em relação ao mais directo perseguidor permiti-lhe continuar a gerir a liderança sem grandes sobressaltos.

A mais recente vitória (2-0) em Luanda, diante do Progresso do Sambizanga, sustenta ainda mais a ambição que o representante do Cuanza Sul carrega consigo. Quer em casa quer fora dela, Miller Gomes e seus rapazes mostram os jogos com o mesmo entusiasmo e determinação. Jogam deliberadamente ao ataque tanto com aqueles que são do seu campeonato como com os que são de um campeonato menos competitivo. O resultado é o comando da prova há 11 jornadas com números que mostram a sua competência em campo, 15 vitórias, três empates, uma derrota, 25 golos marcados e cinco sofridos.

Naturalmente que para chegar ao objectivo vai precisar de manter a regularidade, sob pena de ver perigado a pretensão. Com 33 pontos ainda em disputa são muitas as equipas que ainda continuam a sonhar alto. O Kabuscorp do Palanca, campeão em título, cuja diferença pontual é menos acentuada, ainda não atirou a toalha ao tapete e está convicto de que ainda pode revalidar o campeonato conquistado no ano passado. Fora a pressão deste candidato, o Recreativo do Libolo tem ainda a concorrência de equipas como o Benfica de Luanda (candidato não assumido), 1º de Agosto, Sagrada Esperança e Petro de Luanda, estes últimos que apesar do fosso pontual continuam a lutar até onde a matemática já não lhes permite mais cálculos.

Apesar de constar do leque de candidatos mesmo antes de o campeonato ter começado, o actual líder do Girabola não era das principais apostas dos aficionados e analistas da coisa desportiva. O desempenho no ano passado, uma época depois de ter-se sagrado pela segunda vez campeão nacional, criaram "icebergues" que obrigaram a que se olhasse com menos credenciais para atacar o título.A 10 jornadas do cerrar das cortinas e apesar do considerável número de pontos ainda em disputa, é inegável, porém, não aceitar que o Recreativo do Libolo faz um caminho seguro e está cada vez mais próximo de conquistar o Girabola pela terceira vez. Mas apesar de todas as evidências, no futebol não há vencedores antecipados. Vai ser preciso esperarmos mais um pouco para ver se este vaticínio se concretiza ou não.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »