Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

A nossa esperana

07 de Maio, 2016
O Sagrada Esperança da Lunda Norte decide hoje a permanência nas competições africanas, quando defrontar em Dar - es -Salaam o representante da Tanzânia, na Taça da Confederação, jogo referente à primeira -mão.

Com um percurso notável na competição em que mesmo em situações adversas deu à volta ao texto e garantiu a continuidade na prova, como foi a desvantagem diante do conjunto sul-africano que no Dundo fez um resultado que abriu amplas possibilidades de afastar o nosso representante, foi surpreendido pelo brilho diamantífero que com uma vitória soberba abriu o caminho para chegar hoje, à última eliminatória da segunda competição mais importante ao nível de clubes da Confederação Africana de Futebol.

O encontro desta tarde na capital tanzaniana não decide nada, mas o resultado pode ser decisivo para as contas de qualquer uma das equipas. O Young Africains é um conjunto que por força dos regulamentos da CAF disputa a última eliminatória após ter sido afastado da Liga dos Campeões, como aconteceu com outras equipas grandes do continente.

Por isso, a condição competitiva não pode ser descurada, dado que leva grandes andança pelo futebol africano, com participação quase regular nas duas competições do órgão que tutela o futebol em África.

Porém, a equipa angolana sabe das responsabilidades que tem sobre os ombros, mesmo a jogar num campo em que certamente vai lutar contra a hostilidade do público e outras situações que normalmente envolvem jogos desta natureza, em terreno alheio.

O Sagrada Esperança não é caloiro nas competições continentais de clubes. A experiência que carrega dá ao conjunto maturidade necessária para não se abalar pelo ambiente que a capital Dar - es - Salaam vive ao longo do dia de hoje, principalmente, nos momentos que vão envolver o jogo.

Esta tarde, o objectivo é conseguir o melhor resultado no reduto do adversário, se possível com muitos golos, para que no jogo no seu reduto possa jogar mais à vontade, sem pressão de correr contra um resultado adverso.

O país espera do representante uma atitude positiva e que encha de orgulho, a igual do que aconteceu em situações anteriores, quando mesmo fora de casa os jogadores da equipa diamantífera encheram o peito de determinação e regressaram ao país com resultados que facilitaram a tarefa no jogo da segunda-mão.

A primeira cartada de uma eliminatória que se espera disputada, é jogada hoje com o Sagrada Esperança como digno representante de Angola a ser a equipa querida, de que se espera alegria no jogo, ambição para a vitória e desportivismo dentro das quatro linhas, tal como de resto tem sido o apanágio dos nossos representantes, nas grandes competições desportivas.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »