Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

A nossa Volta

02 de Outubro, 2015
A primeira edição da Volta a Angola em bicicleta vai acabar, com toda certeza, por ser uma festa dos angolanos que, com agrado, terão a oportunidade de verem a desfilar por algumas estradas do país, dezenas de ciclistas.

Angola comemora em Novembro 40 anos da sua Independência, num clima de confiança e harmonia. A guerra ficou para trás, e o presente e o futuro estão hoje risonhos

A reconstrução nacional continua em curso e nela também estão incluídas as estradas por onde durante cerca de 13 dias os ciclistas da Volta a Angola vão pedalar, rasgando nesgas de asfalto com suor e sacrifício, cientes, contudo, que as estradas do país são longas avenidas nas quais se transporta, todos dias, a esperança que a todos nos conduz para um futuro melhor sempre.

Angola vai ter a sua volta em ciclismo, tal como muitos outros países do mundo têm. Não muito longe de nós, os angolanos têm participado em competições na República Democrática do Congo, em São Tomé e no Burkina Faso, pelo que este tipo de competição já lhes é familiar, pelo que em termos competitivos, e por aquilo que têm feito, é de se esperar que tudo corra a feição.

Em termos de organização, e sendo esta a primeira vez que o país alberga uma prova com tal gabarito, tudo está a ser feito para que nada falte aos participantes. A experiência acumulada aos longo dos anos permite visualizar bons índices de organização, e é encorajador ver o empenho dos Governos das províncias por onde a prova passará a manifestar o seu engajamento e prontidão para o êxito de uma prova que será de todos nós.

Por limitações várias, o ciclismo nunca pode estender-se na dimensão que esta primeira edição da Volta a Angola terá, mas este é, seguramente, o primeiro passo para dar à modalidade uma dimensão de facto nacional, não obstante o percurso não contemplar todas as províncias do país.

O ciclismo angolano tem, de certo modo, uma certa tradição no contexto das modalidades praticadas no país, e certamente que esta primeira edição da nossa Volta a Angola vai impulsionar a implementação da modalidade no seio das crianças e jovens do país.

Com o ciclismo, vamos conhecer mais Angola em todas suas vertentes. A cultura das nossas gentes, o desafio que temos pela frente todos os dias para fazermos de Angola um bom país para se viver, tudo isso constitui um bom atractivo para enveredarmos pelas estradas do país, pedalando com ânimo e alegria, nesta primeira edição da Volta a Angola em ciclismo.

Últimas Opinies

  • 24 de Agosto, 2019

    O amiguismo na resciso

    O assunto de momento no nosso futebol, convenhamos, é sem dúvidas o desenlace entre a Federação Angolana de Futebol (FAF) e o técnico Srdjan Vasiljevic, em face de algumas situações que vinham acontecendo e que originou que se estalasse o verniz.

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os jogadores aguardaram isso dos dirigentes, para que a motivação crescesse

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    O sonho dos grupos

    Após as vitórias extramuros nas deslocações à Tanzânia e ao Lesotho, o 1º de Agosto e Petro têm, neste fim-de-semana, a oportunidade soberana de confirmarem a qualificação para última eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Viemos a público para responder ou esclarecer o que aconteceu.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

Ver todas »