Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

A sorte nas Afrotaas

06 de Março, 2014
Contrariamente àquilo que foi o desempenho dos quatro embaixadores angolanos nas Afrotaças na primeira eliminatória, na qual todos passaram para a fase seguinte, desta vez os resultados obtidos nos jogos da primeira-mão da segunda eliminatória não oferecem muitas garantias quanto à continuidade das nossas equipas nas provas sob a égide da CAF.

A expectativa é enorme mas a grande questão é saber qual dos quatro representantes, Kabuscorp do Palanca e 1º de Agosto, na Liga dos Campeões, Petro de Luanda e Desportivo da Huíla, na Taça da Confederação, vai ser capaz de garantir a qualificação para a fase seguinte da competição em que está engajada.

Nenhum dos nossos representantes conseguiu vencer nos jogos da primeira-mão, disputados no fim-de-semana. Quer os que jogaram fora de portas, quer o único que jogou em casa averbaram resultados negativos.

O Kabuscorp do Palanca perdeu 0-1 no Egipto, frente ao Zamalek, o 1º de Agosto foi goleado no Congo, por 1-4, diante do AC Leopards, o Petro de Luanda foi derrotado por 0-2, no Gana, pelo Ebuzua Dwarfsa, enquanto o Desportivo da Huíla consentiu, em casa, uma derrota frente ao Clube Atlétic Bizertin da Tunísia.

Estes resultados perigaram, de certo modo, a passagem da eliminatória, já que obrigam os nossos embaixadores a redobrarem de esforços para contornarem a desvantagem a que estão submetidos.

Aparentemente o campeão nacional tem a empreitada mais acessível. Joga em casa diante do seu público e precisa "apenas" de vencer por 2-0. Na pior das hipóteses pode empatar a eliminatória, vencendo por 1-0, e decidir a continuidade pela marcação das grandes penalidades.

Competitivamente tem equipa para enfrentar de igual para igual o campeão egípcio, pelo que em termos de expectativa é a equipa que oferece melhores garantias.

Do lado oposto e na mesma competição, acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, está o 1º de Agosto que sofreu a humilhação de ser goleado por 1-4. Os militares que também não vão bem na prova doméstica, colocaram em evidência, o mau momento que atravessam, deixando antever um mau desfecho na eliminatória.

A equipa do AC Leopards do Congo Brazzaville é mais frágil que a angolana, mas o resultado parece ser muito complicado de ser contornado. Mas como no futebol tudo pode acontecer, damos o benefício da dúvida ao nosso representante.

Na Taça da Confederação, tal como já nos referimos mais acima, as coisas não foram diferentes para os outros dois representantes, Petro de Luanda e Desportivo da Huíla, que também perderam para os respectivos adversários.

Os petrolíferos caíram aos pés do Ebuzua Dwarfsa, do Gana, por 0-2, enquanto os militares da Região Sul consentiram uma derrota, em casa, de 0-1 diante do Clube Atlétic Bizertin da Tunísia.

Os resultados apesar de ultrapassáveis não deixam descansadas quer uma, quer outra equipa, que precisam de vencer por 3-0 e 2-0 para seguirem em frente.

Trata-se de uma empreitada árdua para qualquer um dos embaixadores, a julgar pela tradição que os países dos adversários têm a nível do futebol africano e das competições da CAF em particular.

O Petro já conseguiu a proeza de reverter uma desvantagem de 0-2 na eliminatória anterior, na qual deixou pelo caminho o Frican Stars da Namíbia.

Últimas Opinies

  • 17 de Agosto, 2019

    Girabola Zap periclitante

    A festa do futebol está de regresso. Com o retorno do Campeonato Nacional da I Divisão, vulgo Girabola Zap 2019/2020, a alegria do povo volta à ribalta e com ela a euforia, a competitividade.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    De volta a febre pelo futebol!...

    Para a alegria dos seus aficionados, está de regresso a maior festa futebol nacional, o Girabola Zap. Uma prova que inflama paixões e leva alegria para os vários estádios espalhados pelo país.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estamos mais preocupados com a integração dos novos atletas  e perceber qual o momento desportivo e a partir daqui,  entrar numa outra fase de desenvolvimento e novamente.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Baptismo do Wiliete

    Depois da abertura ontem da 42ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, vulgo Girabola Zap, com o jogo Clube Desportivo da Huíla (CDH) - FC Bravos do Maquis.

    Ler mais »

  • 15 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Se até agora estivéssemos com as estratégias todas consolidadas, com os atletas em boa forma física e excelente dinâmica, podia também nalguns casos.

    Ler mais »

Ver todas »