Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

A vez do andebol

21 de Abril, 2016
A equipa sénior feminina de andebol do 1º de Agosto continua a trabalhar, com vista a presença na XXXII edição da Taça dos Vencedores das Taças que se disputa em Maio na cidade marroquina de Laâyoune. Sob a batuta do técnico Filipe Cruz, o grupo trabalha de forma afincada e a atitude está a ser considerada positiva dada a entrega dos atletas.

A direcção do clube de atenções focadas na conquista do troféu, não poupa esforços na criação de condições de trabalho condignas e aceitáveis de modo a permitir que a equipa desenvolva a preparação sem muitos sobressaltos, e consiga reunir as competências competitivas quanto baste para o que configura ser o objectivo, assente na revalidação do título.

O sorteio realizado na sexta-feira inseriu a equipa no grupo A, despertou-a para a intensificação dos treinos, pois tem como adversárias na primeira fase, as desconhecidas formações do FAP dos Camarões, ASEL do Congo Brazzaville e do Ascum de Marrocos, embora ainda assim seja a equipa com melhor folha de serviço e por tabela, mais dose de favoritismo.

Aliás, a equipa é neste momento a líder do campeonato provincial de Luanda da modalidade, prova que no dizer do técnico Filipe Cruz serve de preparação para a competição africana, pela sua exigência e pelo potencial das equipas que vai reunir. Realizando-se a prova no período de 4 a 14, tem o grupo ainda alguma margem de dias pela frente que podem ser aproveitados para desenvolver um trabalho sério e atingir os níveis aceitáveis e à altura das obrigações competitivas.

É tranquilizante o optimismo da equipa técnica, voltada 100 por cento naquilo que definiu como meta competitiva. A prevista onda de ausências por questões relacionadas com a crise económica que nesta altura fustiga quase todos os países do continente africano também pode vir, de alguma ou de outra forma, facilitar a empreitada à equipa angolana, sobretudo, se os ausentes vierem a ser as equipas de topo.

Com o 1º de Agosto segue também o Progresso do Sambizanga. Para as comandadas de Victor Tchicolaev o sorteio foi pouco simpático, ao inseri-las no mesmo agrupamento com o poderoso África Sport de Abidjan. Mas ainda assim, a equipa tem afiveladas as ambições, traçou como meta a melhoria do terceiro lugar alcançado na edição passada.

Por este andar, podemos alimentar a esperança de voltar para casa medalhados. Afinal, se a equipa do 1º de Agosto enquanto detentora do título pensa na revalidação e o Progresso que é terceiro da edição anterior quer fazer mais e melhor, o que esperar do ponto de vista classificativo se não um quadro honroso. E pensamos que as nossas equipas são capazes e podem chegar aos seus objectivos, em honra do nome e prestígio do andebol angolano.

Últimas Opinies

  • 20 de Julho, 2019

    Acesso ao Qatar

    Apesar da qualificação inédita numa fase final de um Mundial de Futebol, algo que ocorreu curiosamente em 2006, edição organizada pela Alemanha, a Selecção Nacional.

    Ler mais »

  • 20 de Julho, 2019

    O honroso sexto lugar do nosso hquei em patins

    A recente participação de Angola no Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, que decorreu em Barcelona, Espanha, e que o nosso país se classificou em sexto lugar.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso período pré competitivo, nesta segunda quinzena de Julho, já queria ir para uma paragem, onde tivesse campos e equipas para realizarmos jogos.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Final interessante

    Um mês depois de fortes emoções vividas nos estádios e em outros espaços fora e longe dos centros de disputa,  vamos ter,  finalmente,  amanhã dia 19, o cair do pano da XXXII edição do Campeonato Africano das Nações de futebol, organizado pelo Egipto.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    A dvida de Akw

    O dia 8 de Outubro de 2005, ficará para sempre gravado na história do desporto angolano e do futebol em particular.

    Ler mais »

Ver todas »